Pular para o conteúdo principal

Marcelo Tavares diz que governo está levando o Maranhão ao fundo do poço

deputado Marcelo Tavares (PSB)
O líder da oposição, deputado Marcelo Tavares (PSB), declarou na tribuna, na manhã desta quinta-feira (23), que a governadora Roseana Sarney (PMDB) precisa reagir diante da situação de abandono em que se encontra o Estado.

“Lamentavelmente, estamos diante de um governo irresponsável, que está levando o Maranhão ao fundo do poço. E a única coisa que a oposição pede é que a governadora trabalhe, tenha disposição para o trabalho como tem para brincar o carnaval”, ressaltou Tavares.


Ele assinalou que os próprios deputados governistas, quando vão à tribuna, “retratam com fidelidade a atual situação do Estado, que é de abandono, de irresponsabilidade na condução dos interesses públicos, e de falta de representação em Brasília”.


Depois de lembrar que o Maranhão tem no Congresso Nacional o senador José Sarney, que é o presidente do Senado, Marcelo Tavares frisou que, ainda assim, as estradas federais que cortam o Estado estão acabadas; estradas da maior importância, de competência estadual, também estão completamente abandonadas, como a rodovia MA-014, que serve de acesso às cidades da Baixada.


“As estradas estaduais”, acrescentou Marcelo Tavares, “estão em petição de miséria, o Aeroporto Marechal Cunha Machado abandonado, a BR-135 abandonada com a obra de duplicação tendo sido cancelada, com suspeitas de superfaturamento. Falta a representação do nosso Estado, na esfera federal, e é preciso dizer que, se a governadora Roseana tivesse a mesma disposição para trabalhar como ela teve para pular o carnaval, nós estaríamos em uma situação melhor: só precisava isso, que a governadora tivesse a mesma disposição para trabalhar como ela tem para pular o carnaval”.


Marcelo Tavares frisou que, em vez de apoiar escolas de samba do Rio de Janeiro, a governadora Roseana Sarney deveria trabalhar pela melhoria das escolas de ensino médio, que são de responsabilidade do Governo do Estado. O líder da oposição voltou a criticar o apoio no valor de cerca de R$ 9,5 milhões pagos à escola de samba Beija-Flor, do Rio de Janeiro.


“Eu sou contrário a esse pagamento, fui contrário desde o inicio. O Maranhão, em outros anos, já foi homenageado por uma escola de samba. O Maranhão, anteriormente, já teve homenagens parecidas no Sambódromo, até com títulos e não com um quarto lugar. E qual foi o resultado para o turismo? muito pequeno ou quase nenhum. Imagine agora investir dez milhões em uma escola de samba e esperar que o turismo do Maranhão vai melhorar. Como? Se o turista vai chegar pelo aeroporto naquela aerotenda pegando sol, pegando chuva, em situações que nós não encontramos em nenhum aeroporto descente no Brasil e no resto do mundo”, afirmou Marcelo Tavares.


Ele sugeriu que a governadora Roseana Sarney deveria ter gasto os recursos repassados à Beija-Flor na recuperação dos casarões do Centro Histórico de São Luís; poderia ter investido no sistema de segurança pública ou, então, poderia investir nas escolas de samba maranhenses.


“Vejamos o exemplo de Joãosinho Trinta, que revolucionou o carnaval no Brasil. É uma prova de que o maranhense tem talento para fazer o carnaval, mas prefere a governadora gastar com a escola de samba do Rio de Janeiro. Poderia ter gasto com a Favela, com a Flor do Samba, com a Turma do Quinto e com as outras escolas do carnaval de São Luís, com os blocos tradicionais; poderia ter gasto dessa maneira, e aí, sim, nós teríamos um carnaval melhor e os turistas estariam no Maranhão gastando, consumindo, trazendo suas famílias num ambiente de alegria e de uma festa de fato belíssima. Não é financiando o carnaval do Rio de Janeiro que vai se melhorar o turismo no Maranhão”, enfatizou Marcelo Tavares.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: