Pular para o conteúdo principal

Congresso em Bacabeira discute tendências mundiais em Educação

Bacabeira-MA: A Prefeitura Municipal de Bacabeira, através de sua Secretaria Municipal de Educação – SECEL iniciou ontem (15) o III Congresso Municipal de Educação para todos os profissionais da Educação da rede municipal e com o tema “A educação frente aos desafios da atualidade,” que enfoca a questão da avaliação.

O congresso visa, portanto, capacitar e manter a atualização desses profissionais através de conferencistas de classe nacional e internacional, que trazem ao município as principais tendências e discussões em andamento no cenário educacional e pedagógico do país. Outra abordagem na linha de trabalho da capacitação da docência municipal é a promoção de oficinas voltadas para a prática pedagógica em seus diversos níveis.

O prefeito de Bacabeira, José Venâncio Corrêa Filho, conhecido por orientar sua gestão em prol da educação da população, avalia o congresso como a continuação natural de todo um processo de capacitação profissional: “Nós temos buscado, ao longo dos anos, trabalhar não somente a infra estrutura, mas a capacitação dos nossos profissionais da educação que são de importância vital para garantir o aprendizado dos alunos. Para isso, temos colocado à disposição da área educacional todos os meios dos quais podemos dispor para incentivar e maximizar o desempenho desses profissionais. E já estamos colhendo resultados positivos por conta disso,” comentou ele, referindo-se, inclusive, ao prêmio recebido pela Secretaria de Educação do Município como uma das 100 melhores do país.

Este ano a prefeitura e a SECEL trouxeram dois grandes conferencistas para agregar ao processo de capacitação no congresso. São a Prof. MS. Jussara Hoffmann, Porto Alegre – RS, que abordará o tema “Avaliação mediadora e a promoção de aprendizagens significativas”; e o Prof. Isaque Folha Damasceno, educador e músico, Picos – PI que falará sobre “A importância da música no processo ensino-aprendizagem” e “Relacionamento sustentável: preservando o “meu ambiente.”

Embora seja a primeira vez que venha a Bacabeira e isso, para ela, dificulte uma opinião adequada, a professora e educadora Jussara Hoffmann, palestrante que abriu o 1º dia dos trabalhos do congresso falou sobre sua impressão: “Eu tenho notícias, por colegas que vieram prestar seminário aqui em Bacabeira, que há uma receptividade muito grande por parte dos professores; eles respondem muito bem às questões, às perguntas, aos temas, debatem muito os assuntos e, essa presença maciça, tudo isso é altamente significativo,” considera.

“São algumas evidências que se tem de que os programas de formação estão funcionando e sendo bem recebidos. E até aqui eu só ouvi elogios do Sr. prefeito como, realmente, um promovedor de ações em educação. A fala dele revela que ele conhece de fato as mazelas da educação no país. E o que ele diz que “Só resolvendo a educação é que se resolve a questão social do país,” é muito forte, muito verdadeiro,” concorda Jussara.

A secretária municipal de educação, Vilany Rodrigues, observa a necessidade de atualizar questões vitais relacionadas ao desempenho do aluno, orientada pelo objetivo da administração municipal de abranger todas as questões educacionais: “Precisamos aumentar sempre o nível de suporte aos professores, então é fundamental a atualização. O congresso é uma das maneiras. Com o tema deste ano, enfocamos a questão da avaliação que é extremamente complexa,” inicia a secretária.

“Hoje já se percebe que o aluno é fruto de todo um contexto que deve ser considerado e que as práticas punitivas, como a reprovação, na verdade o que elas fazem é ignorar completamente essa perspectiva do aluno. Por isso precisávamos trazer a Sra. Jussara Hoffmann, porque ela é expoente no assunto aqui no Brasil e no mundo, e já fala e escreve sobre isso há muitas décadas, quando ninguém ainda imaginava que avaliar não se trata de somente analisar o aluno através das respostas a uma prova,” pontuou a secretária.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…