Pular para o conteúdo principal

TRE tira quatro nomes da lista de fichas sujas do TCE

Rosario-MA: Após o envio de documento retificador pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE), o Tribunal Regional Eleitoral retirou os nomes de José Sisto Ribeiro Silva (ex-prefeito), Alcir Mendonça da Silva (ex-secretário municipal), Ulcilas Batista de Carvalho (ex-presidente da Câmara de Rosário) e Magno Augusto Bacelar Nunes (ex-ordenador de despesas) da relação de gestores que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas julgadas irregulares e/ou que receberam parecer prévio do órgão pela desaprovação nos últimos 8 anos.

Nenhum deles é, portanto, ficha sujam, pelo menos segundo o TCE.

Segundo o documento retificador do TCE entregue ao TRE nesta quarta-feira (13), nos processos dos quatro houve “equívoco gerado por inconsistência no registro das decisões do TCE”. Imediatamente após dar ciência do feito, a presidente da Casa, desembargadora Anildes Cruz, o encaminhou para a Corregedoria e Ministério Público, além de determinar sua publicação à imprensa.

Os processos aos quais os nomes de cada um foram retificados, respectivamente, são: 2850/2007-TCE, referente à prestação de contas da Prefeitura de Bacurituba – exercício 2006; 3144/2007-TCE, referente à prestação de contas do Fundo Municipal de Saúde de Zé Doca – exercício 2006; 3324/2005-TCE, referente à prestação de contas da Câmara Municipal de Rosário – exercício 2004; 7307/2007-TCE, referente à prestação de contas do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Chapadinha – exercício 2002.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeita de Rosário fica desesperada com 10 mil pessoas em caminhada e agride Willame Anceles.( Veja os Vídeos)

O gestor da Regional de saúde de Rosário Willame Anceles,  mostra força e Arrasta  uma multidão nesta tarde de quinta-feira 20,  em apoio aos candidatos, o deputado estadual Hélio Soares e o candidato a deputado federal  Josimar de Maranhãozinho. Cerca de   10 mil pessoas participaram da grande caminhada que começou as 17 horas na Praça do Coqueiro e tomou conta das ruas de Rosário.





A população rosariense abraçou os candidatos do ex-vereador Willame Anceles, e a população rosariense  foram em peso para  caminhada, deixando a prefeita de Rosário Irlahi Moares, descontrolada e desesperada, partindo para cima dos moradores  da Cidade Nova, querendo barrar o ônibus que iria para grande  caminhada de Hélio Soares candidato a deputado estadual  e Josimar candidato deputado federal.


A parti triste da tarde foi  a prefeita  Irlahi, que  agrediu o ex-vereador Willame Anceles,  onde rasgou a sua camisa toda  em um ato de fúria descontrolada.  A gestora  desesperada Irlahi, acabou levando  vaias d…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Três pessoas são presas durante megaoperação contra pedofilia em Rosário, São Luís e Paço do Lumiar

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), a operação ‘Luz na Infância’ que tem como objetivo apurar crimes de exploração sexual e pedofilia contra crianças e adolescentes. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís, Rosário e Paço do Lumiar. Três pessoas foram presas. Os alvos da operação foram identificados por meio de um levantamento de informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Com base nas informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, foi instaurado um inquérito policial que resultou nos mandados de busca e apreensão emitidos pelo Poder Judiciário. A operação visa apreender computadores e dispositivos onde estão armazenados conteúdos de pedofilia infantil. As investigações estão sendo realizadas há seis meses e a ação envolve 1.100 policiais. Em São Luís, no bairro Santa Cruz, foi preso o músico Oziel Franklin Estrela Gomes e o agente …