Pular para o conteúdo principal

Prefeitos e presidentes de Câmaras devem se cadastrar até o fim deste mês no TCE


Segundo o presidente do TCE,Edmar Cutrim, disponibilidade de informações de gestor público é prévista em lei
 

Os prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais que assumiram este ano o mandato e os atuais gestores no estado têm até o fim de janeiro para fazer o cadastro e recadastro no Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE). O registro é uma exigência dos órgãos de controle já que facilitam o contato com os administradores do dinheiro público.

De acordo com a Instrução Normativa n.º 11 do TCE, o cadastro dos gestores é um mecanismo de comunicação entre os gestores e os órgãos de controle como os tribunais de contas do Estado e da União. De acordo com o presidente do TCE, Edmar Cutrim, este ano a atenção é redobrada no cumprimento desta instrução porque assumiram os mandatos mais de 160 prefeitos e também presidentes de Câmaras Municipais.
 
"São novos prefeitos e vereadores e precisamos saber quem são, onde moram ou onde podemos encontrá-los para, se necessário, enviarmos notificações, enfim, manter um canal de contato com aqueles que administraram o dinheiro da população", disse Cutrim.

Recadastramento - A lei vale ainda para os gestores que já estão no cargo tanto nos municípios quanto no estado. O cadastro eletrônico é feito no site do tribunal (www.tce.ma.gov.br). Depois de acessar a página eletrônica, o gestor deve clicar no link Cadastro de Jurisdicionado, ler as informações sobre o procedimento e clicar no ícone prosseguir colocando todos os dados solicitados na página, criando um nome de usuário e uma senha para ter acesso a informações restritas para os gestores.
 
Para aqueles que irão se recadastrar basta digitar nome e senha e acessar a página onde serão descritas as informações, tais como nome completo, endereço, cargo, mandato, dentre outras. Os que não possuem senha terão que cadastrá-la, assim como o nome de usuário.
 
O gestor que não fizer o cadastro dentro do prazo legal estipulado, que é até fim deste mês, está sujeito a sanções como multa.
 
"Os gestores, tanto estaduais quanto municipais, tem que estar atentos ao prazo de cadastro. Alguns irão prestar as informações pela primeira vez e outros irão atualizá-las. O importante é que todos cumpram a exigência legal", afirmou o presidente do TCE.

Prestações de contas já podem ser apresentadas

Todos os anos, mais de 90% dos gestores deixam para o último dia para apresentar a prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). No entanto, prefeitos, presidente de Câmaras Municipais, presidente de tribunais, da Assembleia Legislativa e outros administradores do estado e dos municípios têm um prazo de cerca de quatro meses para apresentar contas.

Desde 2 de janeiro, os gestores já podem entregar suas contas do exercício financeiro de 2012. "Já estamos com o sistema aberto. Aqueles que já estiverem com suas contas prontas, podem se dirigir ao tribunal e apresentarem as documentações no sistema eletrônico", afirmou Edmar Cutrim.
 
Em 2012, faltando quatro dias para o término do prazo para entrega de prestação de contas, apenas 9,6% dos prefeitos de municípios maranhenses tinham apresentado os documentos ao TCE. Os demais deixaram para o último dia. 35 prefeitos acabaram não entregando a prestação de contas.
 
O prazo para a apresentação de contas termina no início do mês de abril e por lei, não há possibilidade de prorrogação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…