Pular para o conteúdo principal

Trama para matar militares em Rosário é apurada pela polícia

Dez pessoas, que seriam traficantes de entorpecentes na região, foram presas em megaoperação coordenada pelo Departamento de Combate a Narcóticos.
 
Dez pessoas foram presas na quinta-feira (24), no município de Rosário, sob suspeita de planejarem a morte de policiais militares da região. Todas seriam traficantes de drogas, que estariam descontentes com as ações policiais na região, contra o comércio livre de entorpecentes. A megaoperação realizada em Rosário foi batizada de "Gato Maracajá II" e contou com a participação 40 policiais, entre civis e militares, coordenada pelo Departamento de Combate a Narcóticos (Denarc) de São Luís.

 
"Nosso objetivo foi cumprir sete mandados de busca e apreensão, expedidos pela juíza da Comarca, Rosângela Prazeres Macieira, e acabou proporcionando à Polícia Civil realizar flagrantes de venda e distribuição de entorpecentes na cidade", explicou o titular do Denarc, delegado Cláudio Mendes. Durante as diligências, os investigadores e os militares apreenderam pedras de crack, R$ 1.000,00, e duas armas de fogo (uma escopeta calibre 12 e revólver calibre 32, municiados). Foram presos seis homens e quatro mulheres. Apenas um casal foi autuado em flagrante por tráfico.
 
Hildovan Carvalho Rabelo, conhecido como Dalvan, de 24 anos, foi preso em casa, na Travessa da Conceição, com duas pedras de crack e R$ 1.000,00. Joicelia Oliveira Araújo, a Joice, de 35 anos, foi encontrada com uma escopeta e um revólver municiado. O casal, bem como os outros conduzidos, foi apresentado na delegacia regional, de onde saiu a denúncia de um suposto consórcio de traficantes interessados em matar policiais militares, lotados na região. A investigação corre em sigilo. Os flagrantes também foram acompanhados pela delegada Vanda Moura Leite, que compõe a equipe do Denarc.

Plano de morte - Entre as supostas vítimas dos traficantes investigados, a polícia judiciária já teria identificado um major da PM. "Recebemos informações de que o bando estaria traçando um plano de morte para alguns oficiais da PM de Rosário, inclusive um major, por conta do seu intenso trabalho no combate ao tráfico de drogas naquele município", acrescentou o delegado Cláudio Mendes.
 
Essa já é a segunda vez que a cidade de Rosário é alvo de operação policial, já que a região se tornou uma das principais rotas de traficantes que cruzam o estado. A primeira operação se deu em no início de 2012, quando o departamento especializado da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) prendeu 15 pessoas.
 
As investigações sobre o plano de morte dos policiais militares são acompanhadas pelo superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), delegado Jair Lima de Paiva, que conta com apoio de policiais da 7ª Companhia Independente da PM de Rosário. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, determinou apoio às investigações, que terá a participação de policiais do Serviço de Inteligência da PM.

Mais

A operação "Gato Maracajá II" foi denominada assim em alusão a um traficante da região, preso na ação policial de 1012, identificado apenas como Edilson, que, segundo os investigadores, tinha mechas do cabelo pintado na cor amarelo-escuro, semelhante aos pelos do felino nativo da América Central e da América do Sul, também encontrado com frequência na Floresta Amazônica. Segundo informou a polícia, o criminoso já morreu, vítima da guerra do tráfico de drogas, na região.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…

MP notificou a prefeita Irlahi e Calvet Filho por campanhas irregulares e crimes eleitorais; Irlahi ainda responde por Showmício

Rosário-MA: Dois candidatos a prefeitos de Rosário foram notificados na Justiiça Eleitoral pelo Ministério Público, devido a irregularidade em suas campanhas e até crimes eleitorais.  As notificações foram assinadas pela juíza eleitoral Karine Lopes de Castro da 18ª Zona Eleitoral-MA.

Contra Irlahi Moraes (PMDB) pesa a representação Nº 795-46.2016.6.10.0094 e contra Calvet Filho (PSDB) a N° 746-31.2016.10.6.10.0094. É importante ressaltar que eles podem recorrer, mas por se tratar de ações ingressadas pelo próprio MP é bem possível que sejam punidos. Nos bastidores políticos já é esperado que ambas campanhas recebam multas pesadas.


Irlahi Moraes desde a sua convenção tem atropelado todos os protocolos eleitorais, por exemplo: realizando caminhada no dia da sua convenção pelas ruas da cidade a distâncias superiores a 100 metros do local do evento. Já Calvet Filho ates mesmo da eleição já fazia propaganda irregular desafiando a Justiça Eleitoral com comícios, carros adesivados com propaga…

Empresária morre após ser baleada durante assalto e populares pedem justiça e querem invadir a delegacia de Rosário e linchar os assassinos.

Empresária Adilce Silva  dona da academia Espaço Fitness  morreu após ser baleada durante um assalto na noite   deste domingo (21) .   De acordo com informações a vítima estava na padaria da família que fica localizada na rua Benedito Leite no centro de Rosário, quando foi abordada pelos dois criminosos que são menores de idade. Segundo informações Adilce  e familiares entregaram os celulares e os pertences mais mesmo assim um dos criminosos atirou na empresária um absurdo um ato de crueldade com uma pessoa de bem um dos criminoso chegaram aponta a arma para uma criança de 4 anos sendo que a criança neto de Adilce .
A empresaria foi levada ao hospital SESP mais não resistiu Adilce Silva era casada com Zondeck Anceles que é irmão do gestor da regional da saúde de Rosário Willame Anceles. a empresaria Adilce é um símbolo do mundo fitness e na cidade e região.
Os bandidos foram presos e a população cercou a delegacia e  a população esta revoltada e pedindo justiça.
A violência to…