Pular para o conteúdo principal

Duplicação da BR-135 está avançada e segue firme, informa DNIT


Trecho de 27,3 quilômetros deverá ser concluído em outubro de 2014, mas o prazo poderá ser antecipado em até seis meses.

A Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infrastrutura de Transportes (SRMA/DNIT) informou que as obras de duplicação da BR-135, principal rodovia que corta o estado, referentes ao primeiro lote (trecho entre Estiva e Bacabeira), seguem em ritmo avançado. Ainda segundo o órgão, os 27,3 quilômetros do primeiro lote deverão ser concluídos em outubro do ano que vem. No entanto, esse mesmo prazo poderá ser antecipado em seis meses, dependendo das condições meteorológicas no trecho da obra, nos próximos meses.
Atualmente, os serviços do primeiro lote estão na fase de colocação das colunas de brita. Para isso, são utilizadas três máquinas de grande parte que efetuam a compactação da brita no solo mole do entorno da rodovia. Outras seis máquinas com capacidade similar deverão ser adquiridas pelo Consórcio Serveng/Aterpa, responsável pela duplicação, e incorporadas à obra da BR-135 até junho deste ano.
A colocação das colunas de brita é a etapa mais cara do primeiro lote de duplicação da BR-135 e está orçada em R$ 150 milhões, valor equivalente a 42% do custo total (estimado em R$ 354 milhões). "A colocação da brita é necessária, pois para que a rodovia possa ser construída, ao lado da atual, precisa ter uma base firme. Com a aquisição de outras seis máquinas para esse serviço, acredito que poderemos entregar a obra antes", disse o superintendente do DNIT no Maranhão, Gerardo Fernandes.
Outro fator, segundo o DNIT, que será fundamental para a antecipação do prazo final de entrega do primeiro lote, diz respeito ao índice de chuvas no local da obra. "Nos últimos dias, a obra seguiu num ritmo um pouco mais lento por causa das chuvas. Para recuperar esse tempo, engenheiros do Consórcio estão trabalhando, inclusive durante a noite. Para isso, estão sendo utilizados 16 holofotes durante os serviços", informou o superintendente.
Outros lotes - As obras dos lotes II (do município de Bacabeira ao povoado Outeiro, popularmente conhecido como Entroncamento), que corresponde a 44,6 quilômetros, e III (do povoado Outeiro ao município de Miranda do Norte), que totaliza 31,7 quilômetros, da duplicação da BR-135 deverão ser iniciadas no ano que vem.
Por enquanto, ainda não há prazos para a abertura de licitação que escolherá a empresa responsável pela execução dos serviços. Para a as obras nos lotes II e III, será necessário um licenciamento ambiental, que por enquanto não foi expedido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). Para que o processo licitatório seja mais ágil, os lotes II e III deverão ser licitados pelo Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC), mesmo método utilizado nas obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC2).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…