Pular para o conteúdo principal

VOCÊ SABE ONDE FICA UMA PREFEITURA MISERÁVEL QUE NÃO PODE COMPRAR ESPARADRAPO E OUTROS MEDICAMENTO BÁSICOS PARA FAZER CURATIVOS? ESTÁ EM ROSÁRIO A 70 KM DISTANTE DE SÃO LUÍS – CAPITAL DO MARANHÃO

 Reinaldo Cantanhêde Lima 

Por: Reinaldo Cantanhêde Lima 

Diante ao Caos público tomo a iniciativa  de organizar uma  Manifestação  para São Luís e dizer para  o mundo  ou para  quem esse assunto interessar   de o caos da saúde pública  implantada por décadas  nesta cidade de Rosário sem dúvida. Tenha sido também  de responsabilidade do Estado. Isto porque, não há mais como permiti seja uma comunidade enganada  de que a amanhã apareça um prefeito de diamante, de ouro, de prata  ou de ferro com a competência de construir  um Hospital Regional.

Principalmente porque não é de responsabilidade de prefeito nenhum construir Hospital  Regional.  A Regionalização, ou seja, hospitais de Referência e contra Referência é de responsabilidade tão somente do Estado. Imaginem um município miserável como Rosário sacrificado com dívidas..........sufocado por um empreguismo  para acomodar cabos eleitorais, fazem  Secretárias inoperantes e, colocam  inúteis e  cegos de todo jeito. 

Munido de informação podendo fazer e não fazendo  estaria eu comprometido com uma co-participação criminosa.  Este é o momento oportuno  para à comunidade organizada exigir de o Estado  cumprir  com  o dever de fazer. Construindo e mantendo um Hospital Regional em Rosário para servir aos sete municípios circunvizinhos: Axixá, Bacabeira, Cachoeira Grande, Morros, Presidente Juscelino Rosário e Santa Rita.  Isto não isenta Rosário de ter a sua Unidade de Saúde para realizar as ações básicas e de primeiros socorros. 

Soma-se ao Crime de omissão e/ou sonegação!   Saber da existência  de  lei Estadual  PPA  - Plano Plurianual 2012/2015  está contido com 04 Programas de Saúde Básicas a saber: Rede Cegonha  para cuidar da mulher desde a sua gravidez até a criança com dois anos de vida, Rede de Atenção às Urgências com recurso financeiros para pagar funcionários e comprar medicamentos;  Rede de Atenção Psicossocial  com recursos financeiro um milhão para construir a Unidade  e mais  custeio mensal  e por fim, a Rede de Atenção ao Câncer de Colo de Útero e de Mama,  também financiado pelo governo federal.

Por fim, dizer que estamos  no  segundo semestre do ano 2013 e até o presente momento  nenhum  dos programas já foi  implantado na Regional de Rosário. É claro que vão alegar ser o prazo 2012/2015, quando vai ser implantado o primeiro programa?

Diante o exposto é que tomo a iniciativa de liderar uma ação popular para realizar esta cobrança por meio de Manifestação Pública tem o objetivo chamar à atenção do mundo se necessário.   Até o presente estou impedido de realizar em razão de o custo ser  superior  a minha condição de poder fazer sozinho sem comprometer  a minhas manutenção  familiar.

Razão pela qual,  solicitamos a quem esse assunto interessar possa contribuir com os custos: 
01
ÔNIBUS   COM 46 CADEIRAS
R$  600,00

02
TRÊS FAIXAS       35,00  CADA UMA
R$  105,00

03
CARRO COM  SOM  04 HORAS
R$  100,00
TOTAL   R$   80

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: