Pular para o conteúdo principal

Anderson deve ficar parado por 6 meses; veja em fotos como foi a grave lesão

Weidman diz se sentir mal; Spider pede desculpas e diz que não queria desapontar

Cerca de três horas depois de ter dado entrada no hospital em Las Vegas, Anderson Silva terminou a cirurgia para reconstituição da tíbia fraturada durante a luta contra Chris Weidman, no UFC 168, no último sábado. Segundo o boletim médico, a operação foi bem sucedida e o tempo de recuperação previsto é de até seis meses. O UFC divulgou uma nota em que diz que Anderson não tomou nenhuma decisão sobre seu futuro e quer apenas privacidade para se recuperar em casa.
"Após o ocorrido na noite deste sábado no UFC 168, o ex-campeão Anderson Silva foi levado para um hospital local em Las Vegas, onde passou por uma cirurgia para reparar a perna esquerda quebrada. A operação, conduzida pelo dr. Steven Sanders, cirurgião ortopédico do UFC, foi bem sucedida. Foi inserida uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson. A fíbula quebrada foi estabilizada e não requer uma cirurgia separada. Anderson permanecerá um tempo curto no hospital, mas nenhuma operação adicional está prevista neste momento. O tempo de recuperação para essas lesões varia entre três e seis meses."
"Anderson está profundamente tocado pelas manifestações de apoio dos fãs e de toda a comunidade do MMA. Não houve nenhuma decisão imediata sobre seu futuro, e ele pede, gentilmente, privacidade neste momento em que lida com sua lesão e se prepara para voltar para casa para se recuperar." Anderson também se manifestou sobre o assunto em seu Twitter pessoal e disse que não queria ter desapontado os brasileiros. O ex-campeão dos médios do Ultimate sofreu essa grave lesão no segundo round de sua revanche contra Chris Weidman, quando chutou com sua canela o joelho do adversário. Assim, o resultado final foi nocaute técnico para o norte-americano, que manteve o cinturão.
pernadoands5.jpg
WEIDMAN SE SENTE MAL; TREINOU PROTEÇÃO COM JOELHO
Após vencer pela segunda vez Anderson Silva, o norte-americano Chris Weidman - atual detentor do cinturão dos pesos-médios - revelou que trabalhou forte para bloquear os chutes do brasileiro durante o UFC 168, ocorrido na madrugada deste domingo, mas não contava com a fratura da canela. "Na hora em que fiz o primeiro bloqueio eu sabia que ele tinha se machucado. Na segunda tentativa dele vi que ele tinha se machucado muito, mas não tinha certeza que ele tinha quebrado a até ele colocar o pé no chão e cair", descreveu Weidman. Anderson Silva sofreu uma fratura da tíbia e da fíbula da perna esquerda durante o segundo round do combate e deixou o octógono gritando de dor, sendo levado para o hospital para operar e evitar que a lesão se agravasse. A expectativa atual é que ele fique cerca de seis meses afastado das lutas.
pernadoands2.jpg
pernadoands3.jpg
pernadoands4.jpg
"Quando vi que tinha quebrado a perna dele, me senti mal", revelou o campeão da sua categoria, que já havia demonstrado respeito pelo adversário. "Ele ainda é o melhor de todos os tempos. Esse cara merece muito que Deus o abençoe", disse Weidman ainda no ringue. O norte-americano ainda revelou que treinou intensamente bloqueios contra os chutes do brasileiro, considerado pelo atual campeão dos pesos-médios o ponto forte de Anderson. "Na última luta, uma das coisas que ele fez de melhor foram os golpes com a perna", analisou. "Foi o que mais focamos: parar os chutes. Tinha feito este bloqueio algumas vezes, mas quebrar uma perna eu nunca tinha feito", lamentou. "Não acho que foi um acidente por eu ter tentado bloquear um chute e isso ter funcionado. Se eu não tivesse feito isso eu teria me machucado", ponderou. Com esta vitória, Weidman deve ser desafiado por outro veterano brasileiro: Vitor Belfort, de 36 anos, que vem de três vitórias seguidas e já havia acertado previamente com Dana White, dono do UFC, que iria lutar pelo cinturão dos médios com o vencedor da última deste final de semana.
Fonte: Com informações da UOL e Globo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…