Pular para o conteúdo principal

Anderson deve ficar parado por 6 meses; veja em fotos como foi a grave lesão

Weidman diz se sentir mal; Spider pede desculpas e diz que não queria desapontar

Cerca de três horas depois de ter dado entrada no hospital em Las Vegas, Anderson Silva terminou a cirurgia para reconstituição da tíbia fraturada durante a luta contra Chris Weidman, no UFC 168, no último sábado. Segundo o boletim médico, a operação foi bem sucedida e o tempo de recuperação previsto é de até seis meses. O UFC divulgou uma nota em que diz que Anderson não tomou nenhuma decisão sobre seu futuro e quer apenas privacidade para se recuperar em casa.
"Após o ocorrido na noite deste sábado no UFC 168, o ex-campeão Anderson Silva foi levado para um hospital local em Las Vegas, onde passou por uma cirurgia para reparar a perna esquerda quebrada. A operação, conduzida pelo dr. Steven Sanders, cirurgião ortopédico do UFC, foi bem sucedida. Foi inserida uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson. A fíbula quebrada foi estabilizada e não requer uma cirurgia separada. Anderson permanecerá um tempo curto no hospital, mas nenhuma operação adicional está prevista neste momento. O tempo de recuperação para essas lesões varia entre três e seis meses."
"Anderson está profundamente tocado pelas manifestações de apoio dos fãs e de toda a comunidade do MMA. Não houve nenhuma decisão imediata sobre seu futuro, e ele pede, gentilmente, privacidade neste momento em que lida com sua lesão e se prepara para voltar para casa para se recuperar." Anderson também se manifestou sobre o assunto em seu Twitter pessoal e disse que não queria ter desapontado os brasileiros. O ex-campeão dos médios do Ultimate sofreu essa grave lesão no segundo round de sua revanche contra Chris Weidman, quando chutou com sua canela o joelho do adversário. Assim, o resultado final foi nocaute técnico para o norte-americano, que manteve o cinturão.
pernadoands5.jpg
WEIDMAN SE SENTE MAL; TREINOU PROTEÇÃO COM JOELHO
Após vencer pela segunda vez Anderson Silva, o norte-americano Chris Weidman - atual detentor do cinturão dos pesos-médios - revelou que trabalhou forte para bloquear os chutes do brasileiro durante o UFC 168, ocorrido na madrugada deste domingo, mas não contava com a fratura da canela. "Na hora em que fiz o primeiro bloqueio eu sabia que ele tinha se machucado. Na segunda tentativa dele vi que ele tinha se machucado muito, mas não tinha certeza que ele tinha quebrado a até ele colocar o pé no chão e cair", descreveu Weidman. Anderson Silva sofreu uma fratura da tíbia e da fíbula da perna esquerda durante o segundo round do combate e deixou o octógono gritando de dor, sendo levado para o hospital para operar e evitar que a lesão se agravasse. A expectativa atual é que ele fique cerca de seis meses afastado das lutas.
pernadoands2.jpg
pernadoands3.jpg
pernadoands4.jpg
"Quando vi que tinha quebrado a perna dele, me senti mal", revelou o campeão da sua categoria, que já havia demonstrado respeito pelo adversário. "Ele ainda é o melhor de todos os tempos. Esse cara merece muito que Deus o abençoe", disse Weidman ainda no ringue. O norte-americano ainda revelou que treinou intensamente bloqueios contra os chutes do brasileiro, considerado pelo atual campeão dos pesos-médios o ponto forte de Anderson. "Na última luta, uma das coisas que ele fez de melhor foram os golpes com a perna", analisou. "Foi o que mais focamos: parar os chutes. Tinha feito este bloqueio algumas vezes, mas quebrar uma perna eu nunca tinha feito", lamentou. "Não acho que foi um acidente por eu ter tentado bloquear um chute e isso ter funcionado. Se eu não tivesse feito isso eu teria me machucado", ponderou. Com esta vitória, Weidman deve ser desafiado por outro veterano brasileiro: Vitor Belfort, de 36 anos, que vem de três vitórias seguidas e já havia acertado previamente com Dana White, dono do UFC, que iria lutar pelo cinturão dos médios com o vencedor da última deste final de semana.
Fonte: Com informações da UOL e Globo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Três pessoas são presas durante megaoperação contra pedofilia em Rosário, São Luís e Paço do Lumiar

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), a operação ‘Luz na Infância’ que tem como objetivo apurar crimes de exploração sexual e pedofilia contra crianças e adolescentes. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís, Rosário e Paço do Lumiar. Três pessoas foram presas. Os alvos da operação foram identificados por meio de um levantamento de informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Com base nas informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, foi instaurado um inquérito policial que resultou nos mandados de busca e apreensão emitidos pelo Poder Judiciário. A operação visa apreender computadores e dispositivos onde estão armazenados conteúdos de pedofilia infantil. As investigações estão sendo realizadas há seis meses e a ação envolve 1.100 policiais. Em São Luís, no bairro Santa Cruz, foi preso o músico Oziel Franklin Estrela Gomes e o agente …

Prefeitura de Rosário serve duas espigas de milho cruas para alunos em escola.

Os pais de alunos da escola municipal Maria da Mercês  Teixeira localizada no bairro Cidade Nova em Rosário, estão revoltados com a prefeita Irlahi Moraes, vários país  entraram em contato com o blog para denunciar que as crianças  da escola municipal  estão lanchando duas espigas  de milho onde muitas crianças ficam com fome.

A revolta do país é tão grande que as espigas de  milho até cruas estão sendo servidas na escola da rede municipal  de Rosário "Isso é uma vergonha uma maldade para com as crianças que estão passando fome na escola, como pode se servir duas espigas de milhos cruas para um criança que precisa  de uma merenda adequada de qualidade isso é uma vergonha um desrespeito" desabafa uma mãe ao blog .

A mãe que denunciou esse desrespeito da prefeita Irlahi mandou um vídeo que está rolando nas redes Sociais de uma outra mãe que está  revoltada para mostrar a veracidade do desrespeito que está acontecendo na escola Municipal Maria Mercês Teixeira.
A merenda tem que se…