Pular para o conteúdo principal

‘Aluísio Mendes está no cargo porque chantageia por serviços prestados’

Secretário é acusado de fazer chantagem para permanecer no cargo
O jornalista e blogueiro Marcos D´Éça, da equipe de Política do jornal O Estado do Maranhão, disse que o secretário de estado da Segurança, Aluísio Mendes, continua no cargo “porque chantageia por serviços prestados”. Referindo-se à morte do colega Décio Sá, Marcos D´Éça disse que “inventaram uma elucidação para dar uma satisfação à população”.
As graves revelações vieram à tona após um comentário do leitor Mário Meireles Júnior diante de uma postagem que Marcos D´Éça fez em seu blog, segunda-feira, 06, afirmando que Aluísio é “intocável no sistema de Segurança do Maranhão. “Aconteça o que acontecer, ele permanecerá onde está, fazendo o que sempre fez, como se estivesse acima do bem e do mal. Pelo menos é o que se percebe diante de tanto caos sob sua responsabilidade”.
No post, o jornalista afirma que “Aluísio Mendes perdeu as condições de gerenciar o sistema de Segurança Pública desde o assassinato de Décio Sá, quando demonstrou direcionamento das investigações. De lá para cá, os fatos se sucedem na Segurança Pública e no Sistema Penitenciário, como que desafiando o governo. Ninguém gosta de Aluísio Mendes no sistema de Segurança. Nem na Polícia Militar, nem na Polícia Civil, muito menos os agentes penitenciários.
Ele é um pária a comandar o sistema, mesmo contra a vontade do sistema. Mas vai continuar por que se tornou intocável”.
Comentário e reação – O post repercutiu imediatamente, levando o leitor Mário Meireles a comentar: “Ele não sai porque é competente e já demonstrou isso ao longo dos últimos anos. Elucidou, junto com os bons policiais, todos os crimes de grande repercussão no Estado. Realmente a escória da PM e PC não o tolera, e, pelo visto, ele não faz questão nenhuma em tê-los ao seu lado”.
Em resposta a Meireles, Marcos D´Éça foi taxativo em afirmar que não achava que a Secretaria de Segurança havia elucidado o assassinato do jornalista Décio Sá. “Eu acho que inventaram uma elucidação para dar satisfação à população. E tenho dito isso desde sempre. E acho que ele só está no posto por que chantageia por serviços prestados. E não é apenas a PM e a PC (Polícia Civil) que o detestam. Na sua própria corporação, a PF, ele é persona non grata, considerado alcaguete. Esta é a verdade, meu caro”, afirmou o blogueiro e jornalista de O Estado do Maranhão, jornal pertencente à família Sarney.
Do Jornal Pequeno

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: