Pular para o conteúdo principal

Senai terá Centro de Educação Profissional e Tecnológica no Distrito Industrial de Rosário

O presidente da Fiema, Edilson Baldez das Neves(dir), e o secretário de estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo e o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).
 
O Centro de Educação Profissional e Tecnológica de Rosário será o primeiro do Senai a ser edificado dentro de um Distrito Industrial no Maranhão. Para o presidente da Fiema, este fato dará agilidade não só no atendimento das demandas já existentes como facilitara a percepção de demandas futuras

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez das Neves, o secretário de estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo e o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Marco Antonio Moura, assinaram o contrato de venda de um terreno em Rosário, onde será instalado o prédio permanente do Centro de Educação Profissional e Tecnológica do Senai, na região.

Com 40 mil metros quadrados, o terreno está localizado dentro do Distrito Industrial de Rosário, ás margens da MA-110, que liga a cidade à BR-135, e servirá para atender as indústrias que estão em operação dos segmentos, siderúrgico, petroquímico, construção civil, panificação, cerâmica e de mineração que atuam na região, com cursos de formação técnica, serviços laboratoriais e de consultoria.

Segundo presidente da Fiema, o fato da nova unidade está dentro do Distrito Industrial da cidade facilitará o atendimento das indústrias, no que diz respeito a qualificação de mão de obra, além de serviços técnicos e tecnológicos.

“Será a primeira unidade do Senai que será edificada dentro de um Distrito Industrial no Maranhão. Isso dará agilidade não só no atendimento das demandas já existentes como facilitara a percepção de demandas futuras”, afirmou Baldez.

Na ocasião, o presidente da Fiema ainda informou ao secretário Maurício Macedo que as unidades móveis que o Senai recebeu em 2013 serão usadas para atender ás demandas de empresas industriais espalhadas por todo o estado. “Já estamos preparando o envio delas para as regionais do Senai, que passarão a administrar a utilização destas carretas para treinar profissionais e qualificar maranhenses para trabalhar na indústria”, disse.

Para o secretário Maurício Macedo, a iniciativa do Sistema Fiema por meio do Senai, terá ganhos para a região. “Rosário entrará em um novo patamar de desenvolvimento, porque se poderá atender as indústrias que estão instaladas lá e as que estão em instalação. É importante que esta escola do Senai esteja nesta região para qualificar pessoas para ocupar os cargos que serão abertos na área técnica nestes empreendimentos”, afirmou Macedo.

De acordo com o diretor regional do Senai e superintendente do IEL, Marco Antonio Moura, o próximo passo será abrir a licitação para escolher a empresa que irá executar a obra. “Faremos isso ainda no primeiro semestre deste ano, para começar as obras até o meio do ano”, afirmou Moura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: