Pular para o conteúdo principal

Desembargador é a favor de pena de morte e diz que Pedrinhas “é um chiqueiro”

Em entrevista ao programa Programa Avesso,  que vai ao ar na próxima terça-feira, às 22h45, na TV Guará (canal 23) de São Luís, o desembargador Antonio Fernando Bayma Araújo defendeu a tese da pena de morte e a posse de armas pelo cidadão. As declarações foram dadas durante conversa com o jornalista Américo Azevedo. “Chega um momento que o criminoso já não é mais humano”, disse.
 
Sem economizar palavras ou escolher assuntos, Bayma apresentou suas idéias e tratou de questões polêmicas, como as leis brasileiras. O desembargador maranhense fez ainda uma análise da atuação do governo do estado sobre a crise da segurança por qual passa o Maranhão.
 
“A polícia não está estruturada, está agonizando por falta de aparelhamento, por falta de pessoal. É preparada, porém insuficiente. No primeiro governo da governadora Roseana tinha 6 mil policiais. Hoje, no terceiro, tem os mesmos 6 mil. (…) Sou amigo de todos os delegados do Maranhão. E lhe digo com toda sinceridade: eles não se entendem bem com o Secretário (de Segurança, Aluísio Mendes). Porque não aceitam que um ‘agente da Polícia Federal’, seja o comandante deles”, afirmou o decano do Tribunal de Justiça do Maranhão.
 
Em relação ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde vários presos foram assassinados, alguns deles inclusive decapitados e esquartejados por outros detentos (foram 60 mortes em 2013 e três em janeiro deste ano), Bayma Araújo foi incisivo. “Aquilo não é penitenciária, aquilo é chiqueiro”.
As informações foram repassadas pela TV Guará. A entrevista será exibida na terça-feira, dia 11, às 22h45. Abaixo, o resumo de outros assuntos abordados pelo desembargador.
 
Leis
 
“Aumentando o número de crimes, as nossas leis ultrapassadas, obsoletas, um código penal de 1940 leis extravagantes aí colocadas ao bel prazer, muitas das vezes servem mais para o interesse da política”.
 
“As leis hoje não têm o menor valor, a gente fica escolhendo dentro do direito a menos credenciada que é a jurisprudência, que tem pra todo gosto, os tribunais decidem de acordo com as conveniências, notadamente os superiores”.
 
“No Brasil, todos os dias, o congresso nacional avacalha com o direito positivo do direito criminal, criando normas que beneficiam a soltura”.
 
“A ordem jurídica vigente positiva está podre. A punição no Brasil é inexistente”.
 
Direitos Humanos
 
“Direitos Humanos, não sou contra. Só acho que o direcionamento não está correto. Você só vê Direitos Humanos agindo em presídios; você não vê ação (dos DH) se um sujeito está sendo mal atendido num hospital; se é um pobre coitado passando fome na rua”.
“Direitos Humanos é pra ir pro presídio defender criminosos que cometeram crimes bárbaros? Tá errado, não ta?”.
 
O Juiz
 
“A primeira coisa, quando estou julgando um crime, eu vou saber dos antecedentes criminais. A índole criminosa do indivíduo é que me leva a decidir como devo fazer. Eu sou implacável com o sujeito que é contumaz, que é reincidente”.
 
“O judiciário não pode punir acima do que manda a lei que vem um CNJ. Mas não existe conselho nacional pra deputado com dinheiro na cueca”.
 
“Os juízes estão sentenciando de acordo com o que está nas normas, tendo a obrigação de observar aqueles princípios que são, a meu ver, imorais”.
 
“Esse país é uma piada. Nada nesse país é sério”.
 
Perfil de Bayma Araújo
 
Antonio Fernando Bayma Araújo foi nomeado para o cargo de desembargador, em 1991, na vaga do quinto constitucional. Presidente do Tribunal Regional Eleitoral, em 1993, ali realizando uma gestão das mais profícuas, notadamente quanto ao reaparelhamento daquela Corte. Corregedor-Geral da Justiça durante o biênio 94-95, mais uma vez se destacou pelo trabalho realizado, especialmente sob o aspecto disciplinar. Instalou os primeiros Juizados Especiais na capital, inclusive nas áreas de Trânsito e de Defesa do Consumidor, afora os das Comarcas de Caxias e Imperatriz. Foi idealizador e iniciador da reforma do sistema das serventias oficiais. Em todo o Estado instalou 30 juizados e também os primeiros postos de certidão de nascimento gratuitos, dentro do programa “Justiça mais barata”. Lutou incessantemente pela diminuição das custas processuais, até então consideradas as mais caras de todo o Brasil, chegando, inclusive, a aprovar projeto de Lei neste sentido, que foi vetado pela governadora Roseana Sarney, na época.
 
 
Do Blog John Cutrim

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…