Pular para o conteúdo principal

Aonde está a Saúde em Rosário, Prefeita Irlahi e Roseana Sarney? População cobra de Roseana a construção de Hospital Regional

Revoltados com a situação da saúde municipal de Rosário, administrado pela peemedebista Irlahi Linhares, um grupo de moradores da cidade aproveitou para também cobrar da governadora Roseana Sarney (PMDB), nessa terça-feira (3), a construção do Hospital Regional da cidade, [novamente] prometido por Roseana no final do ano passado.

Anunciado e licitado desde o dia 30 de dezembro de 2013, ao valor de R$ 18.440.349,36 (dezoito milhões quatrocentos e quarenta mil, trezentos e quarenta e nove reais, e trinta e seis centavos), a obra até agora não saiu do papel.


Na época da [nova] promessa de construção da unidade hospitalar, o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, e a prefeita Irlahi Linhares chegaram a declarar que a obra era uma ‘determinação expressa da governadora Roseana Sarney’. O caso lembra uma outra promessa não cumprida, a famosa Fábrica de Confecções de Rosário, projeto que prometia 4.300 empregos, investimentos de R$ 15 milhões e produção anual de 15 milhões de camisas – sete milhões já no primeiro ano.

Desde 2011
Em levantamento feito, foi constatado que o Hospital Regional de Rosário já havia sido prometido em dezembro de 2011, quando o titular da Secretaria Estadual de Saúde era o carregador de pastas de Murad e seu atual adjunto, José Márcio Leite, e o prefeito do sofrido município era Marconi Bimba (PRP).

Na época, a promessa era de que a unidade mista do município seria ampliada para funcionar como hospital regional. A primeira reunião para discussão do projeto chegou a ser realizada, na manhã do dia 21 de dezembro de 2011, entre o então secretário de Estado da Saúde, José Márcio Leite, o então prefeito Marconi Bimba e a gerente de Estruturação do Negócio da Petrobras, Luiza Galvão França.

Saúde na gestão de Irlahi já recebeu mais de 8 milhões de reais


O Fundo Municipal de Saúde, administrado pela Prefeitura de Rosário, através da Secretaria Municipal de Saúde que tem como titular Mauricéa Rodrigues Lopes, de acordo com dados extraídos do site oficial  do Fundo Nacional de Saúde (FNS) já recebeu, só neste ano, exatamente R$ 1.900.713,98 e de janeiro de 2013 até Abril de 2014 a soma chega a R$ 8.451.028,83 (mais de oitos milhões de reais)


O dinheiro inclui os repasses para a:
  • Vigilância em Saúde;
  • Atenção Básica;
  • Farmácia Básica.
Entre no portal do FSN e confira quanto cada área recebeu na gestão da prefeita Irlahi Linhares (PMDB): 



Obs.: Existem outros valores além desses mostrados no portal do FNS.



Por Atual7, Blog do Anônimo de Rosário, e Rosário Notícias






Comentários

Anônimo disse…
Mete a mão com gosto Irlahi roubando o povo.
Anônimo disse…
8 milhões é dinheiro que esperto se atrapalha, eita Irlahi tu ta é te fazendo junto com Pedinho Vasconcelos.
Anônimo disse…
Prefeita ladrona e marido gigolô estão assaltando o cofre da prefeitura e o povo de Rosário só se fod3!
CADEIA PARA ELES!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: