Pular para o conteúdo principal

Governo conclui visitações às áreas rurais da Grande Ilha

A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) encerrou no último sábado (7) a programação de visitas às áreas rurais dos municípios da Região Metropolitana de São Luís. A última visita foi feita na área rural de Paço do Lumiar. As visitas aos projetos agrícolas fazem parte da construçãodo plano de desenvolvimento da agricultura familiar da Grande Ilha.

Com a conclusão da etapa de avaliação das áreas agrícolas, o plano de ações começa a ser formatado, nesta semana, pela comissão composta por representantes da SAF, de São Luís, Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

“Fizemos visitas aos três municípios, conhecemos os problemas enfrentados pelos agricultores e os pontos positivos dos projetos em andamento. Agora é hora de definir o que será colocado em prática para incentivar o setor, criando condições para melhorar a produção dos alimentos”, explicou o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Em Paço do Lumiar, o secretário e sua equipe conheceu o minhocário construído pela prefeitura da cidade, na comunidade Cumbique, para a produção de húmus, resíduo resultante da decomposição orgânica, cujo processo é auxiliado pela minhoca, que além de ajudar a decompor, faz a limpeza do resíduo, deixando-o pronto para o uso.

“Altamente rico de nutrientes, o húmus é utilizado para a produção das mudas. Já estamos transferindo essa técnica para comunidades de Pau Deitado e de Iguaíba, substituindo o uso de adubos químicos, que causam desequilíbrio no solo. Damos as minhocas para cada agricultor fazer sua produção de húmus”, explicou o agrônomo Alonso Chagas, responsável pelo projeto.

Outra experiência interessante que funciona em Paço do Lumiar é o projeto Hort Canaã, no Polo Agrícola da Vila Residencial Nova Canaã, um assentamento particular de agricultores que foram remanejados de suas áreas em função de projetos de mineração no Maranhão. Eles trabalham com culturas agroecológicas, que é o cultivo compartilhado de espécies diferentes em um mesmo espaço, como o maracujá e as hortaliças.

No polo, está em andamento a construção de uma casa de farinha para beneficiar a mandioca produzida na área; uma central de higienização de produtos e o escritório para a produção de Selos de Inspeção Municipal (SIM), ações da prefeitura para melhorar os produtos finais dos agricultores, tornando-os comercializáveis.

“São experiências boas que podemos replicar, levar para os outros municípios. O objetivo é esse, conhecer e aplicar as ações que dão certo em outras áreas e assim desenvolver a agricultura familiar do Maranhão, ajudando na melhoria das condições de vida do homem do campo, o que é uma das prioridades do governador Flávio Dino”, concluiu Adelmo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…

MP notificou a prefeita Irlahi e Calvet Filho por campanhas irregulares e crimes eleitorais; Irlahi ainda responde por Showmício

Rosário-MA: Dois candidatos a prefeitos de Rosário foram notificados na Justiiça Eleitoral pelo Ministério Público, devido a irregularidade em suas campanhas e até crimes eleitorais.  As notificações foram assinadas pela juíza eleitoral Karine Lopes de Castro da 18ª Zona Eleitoral-MA.

Contra Irlahi Moraes (PMDB) pesa a representação Nº 795-46.2016.6.10.0094 e contra Calvet Filho (PSDB) a N° 746-31.2016.10.6.10.0094. É importante ressaltar que eles podem recorrer, mas por se tratar de ações ingressadas pelo próprio MP é bem possível que sejam punidos. Nos bastidores políticos já é esperado que ambas campanhas recebam multas pesadas.


Irlahi Moraes desde a sua convenção tem atropelado todos os protocolos eleitorais, por exemplo: realizando caminhada no dia da sua convenção pelas ruas da cidade a distâncias superiores a 100 metros do local do evento. Já Calvet Filho ates mesmo da eleição já fazia propaganda irregular desafiando a Justiça Eleitoral com comícios, carros adesivados com propaga…

Empresária morre após ser baleada durante assalto e populares pedem justiça e querem invadir a delegacia de Rosário e linchar os assassinos.

Empresária Adilce Silva  dona da academia Espaço Fitness  morreu após ser baleada durante um assalto na noite   deste domingo (21) .   De acordo com informações a vítima estava na padaria da família que fica localizada na rua Benedito Leite no centro de Rosário, quando foi abordada pelos dois criminosos que são menores de idade. Segundo informações Adilce  e familiares entregaram os celulares e os pertences mais mesmo assim um dos criminosos atirou na empresária um absurdo um ato de crueldade com uma pessoa de bem um dos criminoso chegaram aponta a arma para uma criança de 4 anos sendo que a criança neto de Adilce .
A empresaria foi levada ao hospital SESP mais não resistiu Adilce Silva era casada com Zondeck Anceles que é irmão do gestor da regional da saúde de Rosário Willame Anceles. a empresaria Adilce é um símbolo do mundo fitness e na cidade e região.
Os bandidos foram presos e a população cercou a delegacia e  a população esta revoltada e pedindo justiça.
A violência to…