Pular para o conteúdo principal

A verdade é dura, mas é a verdade: Igor Lago avalia propaganda enganosa da Prefeitura

Dr. Igor Lago, filho e único que pode ser legitimamente chamado de herdeiro político do Dr. Jackson Lago, de heróica memória, registrou a seguinte avaliação em sua conta do facebook e o blog reproduz na íntegra:

PROPAGANDA E REALIDADE PROVINCIANA
(São Luís do Maranhão)
igor lago
Antes, Upaon-Açu (Ilha Grande), a Ilha Rebelde fez história elegendo alcaides oposicionistas ao poder estadual, a lembrar os dois nomes mais emblemáticos desse oposicionismo: Epitácio Cafeteira eJackson Lago.
O primeiro nos anos 60, ao derrotar os candidatos do então jovem governador José Sarney, recém-eleito com o discurso do “novo”, apoiado pela Ditadura Militar e setores antivitorinistas, sendo ele próprio oriundo do vitorinismo.
O segundo, no final dos anos 80, já reunindo outros nomes com essa posição clássica do oposicionismo da capital contra o candidato do então presidente José Sarney e do então governador Cafeteira, aliados naquele momento.
A cidade cresceu, inchou e perdeu muitas de suas características, inclusive a influência eleitoral de seus segmentos de opinião. As lidas são outras. Já não respondem totalmente àquela tradição. Uma mistura política foi se consumando entre os seus candidatos eleitos ou não e os seus eleitores.
Cafeteira foi um grande prefeito da cidade sem o apoio do governo estadual, enfrentou até ameaças arbitrárias de destituição por parte do governador, teve de trancar-se noPalácio La Ravardiére armado com auxiliares, dentre eles o seu secretário de saúde Jackson Lago, e esperar a crise passar pois o novo dono do Maranhão, o do palácio vizinho de muro comum, queria tirar o seu adversário da prefeitura na marra. Cafeteira terminou seu mandato aprovado pela maioria da população e quase se elegeu senador em 1970.
Dizem as más-línguas (?) maranhenses que foi eleito mas não levou. Depois, foi eleito deputado federal com extraordinárias votações em São Luís (1974,1978 e 1982), governador (1986), senador (1990), candidato bem votado a governador (1994 e 1998) e a senador (2002) e eleito senador em 2006.
Lembrei-me, por suposto, do prefeito Jackson Lago que teve a oportunidade de se eleger três vezes (1988 e 1996 como candidato oposicionista e, em 2000, como candidato apoiado por esse segmento e em aliança com setores da então governadoraRoseana Sarney).
Nos seus três mandatos governou com recursos próprios da cidade e sem ajuda nenhuma do poder estadual. Não tinha canal nenhum com Brasília, pois o “dono do Maranhão” era o temido ex-presidente da República e dono de influências mil no Congresso e na Justiça.
Contudo, realizou muita coisa, especialmente nas áreas sociais, na educação, na saúde, na infraestrutura dos bairros periféricos. Recebeu vários prêmios de instituições nacionais e, por duas vezes, salvo engano, foi considerado o melhor prefeito do Brasil segundo o Datafolha.
Concorreu ao governo em 1994 e obteve 20% dos votos; em 2002, obteve 40,5% dos votos válidos, mas tiraram-lhe o direito de ir para o segundo turno com a anulação dos votos do candidato Ricardo Murad, pelo fato de ser cunhado da então governadora Roseana Sarney Murad (teve autorização do próprio TRE-MA que, depois da votação, decidiu pela anulação!), o que favoreceu o candidato sarneísta Zé Reinaldo; e, em 2006, superando todas as adversidades, inclusive de seu próprio grupo e de outras oposições, a exemplo da oposição dissidente do próprio governador Zé Reinaldo (que jamais aceitou-o como candidato das oposições!), mas teve de absorver o resultado do primeiro turno, quando Jackson Lago obteve 36% dos votos e reuniu todos os oposicionistas para a histórica vitória no segundo turno.
Por que lembro esses dois nomes e suas trajetórias?
Porque a mídia ligada ao atual prefeito de São Luis que, diga-se de passagem, é o pior de sua história, trabalha a ideia de que o atual prefeito não pôde fazer nada nos primeiros dois anos por causa do governo estadual adversário. E, agora, com o novo governo, tudo andará nos trilhos. São Luis será banhada em ouro!
Ele, seu pai e todos os que o influenciam poderiam muito bem lembrar um pouco da história da cidade e de suas administrações, a exemplo de Cafeteira e Jackson Lago.

Do JP de Bruno Leone

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…