Pular para o conteúdo principal

Protestos chegam ao 3º dia contra aumento de tarifa de ônibus em São Luís.

Passeata na Rua Rio Branco
As manifestações contrárias ao aumento da passagem de ônibus em São Luís se expandiram, durante a tarde e a noite de ontem, para diferentes pontos da cidade. À tarde, o protesto ocorreu no Km 4 da BR-135, principal rodovia que corta o estado, e interrompeu, por mais de duas horas, o fluxo de veículos na via. Já no fim da tarde e à noite, e pelo terceiro dia consecutivo, estudantes percorreram as ruas e avenidas do Centro e adjacências contra, segundo eles, o poder público.
Alunos do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) protestaram contra o reajuste na tarifa dos coletivos e a baixa oferta de coletivos nesse trecho da cidade. Com cartazes e carros de som, cerca de 100 estudantes impediram a passagem dos veículos (ora no sentido São Luís/interior, ora no sentido contrário). A manifestação, apesar dos transtornos, ocorreu de forma pacífica.
Segundo o estudante Domingos Neto, de 17 anos, do curso para Técnico em Agropecuária do IFMA, a manifestação serviu para chamar a atenção do poder público. "Não se pode admitir que uma passagem como essa aumente e, o que é pior, sem nenhuma melhoria no setor na cidade. Por isso, decidimos protestar", disse.
Já a estudante Zoraymma Bacelos, de 15 anos, também do IFMA e moradora da Madre Deus, afirmou a O Estado que precisa acordar às 5h, todos os dias, para ter chance de chegar ao campus do IFMA, na Vila Esperança, às 7h30. "Passo por três terminais da integração até chegar ao meu destino. Isso sem falar do congestionamento terrível que, muitas vezes, propicia atrasos na chegada à unidade de ensino", afirmou.
Após pouco mais de duas horas de protesto, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram deslocadas até o local do protesto e negociaram a saída dos estudantes. Ninguém foi detido.
Mais protesto - Às 17h de ontem, estudantes se concentraram em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, no Centro, para a promoção de mais um ato público contra o aumento das passagens dos coletivos. De acordo com a organização do movimento e com base em cálculos preliminares da Polícia Militar (PM), cerca de 2 mil pessoas integraram o ato, público inferior ao registrado na terça-feira, dia 31 de março.
Após a concentração, os estudantes seguiram, mesmo debaixo de chuva, pela Rua Rio Branco. No local, fizeram um minuto de silêncio pela morte do estudante Rafael Serra Santos, vítima de latrocínio, ontem, na mesma via.
Em seguida, os manifestantes percorreram a Avenida Beira-Mar e pararam em frente à rampa que dá acesso às sedes administrativas do Governo do Maranhão e da Prefeitura de São Luís, que estava sob forte escolta da PM. Alguns líderes do movimento, no microfone, discursaram.
Por fim, o movimento seguiu até o Terminal da Praia Grande (também sob escolta da Guarda Municipal). No local, mesmo com a presença de pessoas com camisas protegendo os rostos, nenhum ato de vandalismo foi registrado. Ainda segundo os manifestantes, hoje haverá uma reunião entre as lideranças do movimento. "Isso ocorrerá justamente para fazermos uma avaliação do movimento e, em seguida, definir metas e saber quando ocorrerão os próximos atos. Não cansaremos enquanto essa medida absurda de aumento não for revista", disse um dos líderes do movimento, o estudante Robson Silva.
O ato foi encerrado em frente ao Terminal da Praia Grande, onde o fluxo de veículos na via foi interrompido, por alguns minutos, na avenida que passa pelo terminal.
Mais
Alguns ônibus circulam pela cidade cobrando a tarifa de
R$ 2,40, em vez do valor com aumento, que seria R$ 2,80. A direção do SET informou ontem que as linhas das áreas semiurbanas da Grande Ilha não foram incluídas no reajuste da tarifas. Logo, linhas como Tropical-São Francisco, pertencentes a outros municípios, permanecem com os mesmos valores das tarifas, ou seja, R$ 2,40.
Uma emenda aditiva à lei promulgada 248/2013, que trata da permissão de placas para táxi-lotação, foi aprovada na Câmara Municipal de São Luís ontem. O projeto, de autoria da Mesa Diretora do Legislativo ludovicense, foi colocado em pauta por solicitação do vereador Astro de Ogum (PMN). A proposta altera o parágrafo terceiro da lei que trata da permissão de 180 placas para os profissionais que exploram o serviço de táxi-lotação no eixo Itaqui-Bacanga, pertencentes a cooperativas legalmente constituídas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…

MP notificou a prefeita Irlahi e Calvet Filho por campanhas irregulares e crimes eleitorais; Irlahi ainda responde por Showmício

Rosário-MA: Dois candidatos a prefeitos de Rosário foram notificados na Justiiça Eleitoral pelo Ministério Público, devido a irregularidade em suas campanhas e até crimes eleitorais.  As notificações foram assinadas pela juíza eleitoral Karine Lopes de Castro da 18ª Zona Eleitoral-MA.

Contra Irlahi Moraes (PMDB) pesa a representação Nº 795-46.2016.6.10.0094 e contra Calvet Filho (PSDB) a N° 746-31.2016.10.6.10.0094. É importante ressaltar que eles podem recorrer, mas por se tratar de ações ingressadas pelo próprio MP é bem possível que sejam punidos. Nos bastidores políticos já é esperado que ambas campanhas recebam multas pesadas.


Irlahi Moraes desde a sua convenção tem atropelado todos os protocolos eleitorais, por exemplo: realizando caminhada no dia da sua convenção pelas ruas da cidade a distâncias superiores a 100 metros do local do evento. Já Calvet Filho ates mesmo da eleição já fazia propaganda irregular desafiando a Justiça Eleitoral com comícios, carros adesivados com propaga…

Rosário:IRLAHI Moraes a nova prefeita ostentação do MA

O retrato verdadeiro do contraste social acontece no município de Rosário, de um lado o descaso e o desprezo com a população. E do outro lado, muita ostentação e curtição. Quem conhece a cidade de Rosário pode sentir na pele a falta de compromisso da atual gestão, comandada pela prefeita de Rosário Irlahi Moraes, com a precariedade da saúde, a falta de infraestrutura nos bairros da cidade  e nos povoados, as estradas na zona rural sem manutenção, falta de água em muitos povoados sem falar da água suja sem qualidade nos povoados.


Como se não bastasse todo esse caos e em plena crise administrativa que passa Rosário mostra que tem bastante dinheiro em caixa, pelo menos pra ostentar. A prefeita Irlahi Moraes foi flagrado  ostentando na companhia do Namorado o ex-deputado estadual Pedro Vasconcelos e família, numa  luxuosa Lancha no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses com toda a família. O brasil desabando, o município sem dinheiro para pagar os fornecedores a saúde um caos, Irlahi viaj…