Pular para o conteúdo principal

Sampaio arranca empate no fim e leva decisão para SP


SÃO LUÍS – Um adversário um pouquinho “estranho”. O Sampaio enfrentou um Palmeiras diferente na noite desta quarta-feira (29) pela segunda fase da Copa do Brasil. Diferente porque o Verdão foi a campo com sua camisa azul e com um time recheado de reservas, sem suas principais estrelas. Mesmo assim, era o poderoso Palmeiras quem estava no Estádio Castelão. Pode até ser uma equipe de Série A, mas o Sampaio não se intimidou. A equipe maranhense teve chances e jogou de igual para igual durante os noventa minutos. O Palmeiras chegou a sair na frente, mas o Sampaio empatou no fim do jogo. E o 1 a 1 ficou no placar.

A partida desta quarta-feira ficou longe de ser um espetáculo de futebol. Teve alguns bons lances de perigo, mas deixou a desejar. Jogando em casa, o Sampaio fez um jogo até seguro, criou oportunidades de gol, mas também se viu em apuros, principalmente no segundo tempo. E, após causar alguns sustos na etapa final ao time maranhense, o Palmeiras chegou ao gol aos 23. Cristaldo foi o autor do tento.

No entanto, quando tudo indicava que a vitória seria palmeirense, Pimentinha fez grande jogada pela direita e cruzou para Cleitinho, que não perdoou aos 41 minutos: 1 a 1.

Com o resultado desta quarta-feira, Sampaio Corrêa e Palmeiras voltam a se enfrentar pela Copa do Brasil somente no dia 12 de maio. O jogo que define qual time avançará para a terceira rodada ocorrerá no Allianz Parque, em São Paulo.

Uma vitória simples ou empate com mais de dois gols (2 a 2, 3 a 3, etc.) classifica o Sampaio para a próxima fase da Copa do Brasil. Ao Palmeiras, basta um empate por 0 a 0. Caso o jogo de volta termine empatado em 1 a 1, a vaga para a terceira fase do torneio nacional será decidida nos pênaltis.

Jogo morno e nada de gols

Cinco minutos. Foi o tempo suficiente para que o Sampaio assustasse o Palmeiras. Pimentinha começou o jogo a todo vapor. Pela direita ele avançou e viu Robert livre na área. Decidiu cruzar, mas a bola foi forte demais. Robert até se esticou todo, mas não deu. Quase o time da casa abre o placar.

Aos 9, Raí arriscou de longe, mas o goleiro Jailson defendeu com tranquilidade. Melhor em campo, o Sampaio tentava pressionar. Mas o ímpeto ofensivo do tricolor diminuiu. O Palmeiras conseguiu se estabilizar em campo e equilibrar o duelo.

Se o Sampaio havia assustado o Palmeiras, foi a vez de o time paulista assustar a defesa tricolor. Quando o relógio marcava 19 minutos, Renato perdeu gol inacreditável no Castelão. Victor Luis cruzou com perfeição, mas volante do Verdão não soube o que fazer. A bola bateu no ombro de Renato e foi para fora. Que susto!

Após respirar aliviado, o torcedor do Sampaio se animava quando Pimentinha pegava a bola. O camisa 11 tricolor chamava o jogo e infernizava os defensores do Palmeiras. Pena que Pimentinha pecava nas finalizações. E o 0 a 0 persistia.

Após um longo período morno e sem boas jogadas, o Sampaio criou aos 43. Após boa tabela de Robert com Válber, a bola chegou em Willian Simões. O lateral avançou e chutou cruzado. A bola foi para fora. No lance seguinte, quase um golaço do Palmeiras. Ayrton arriscou de longe, e a bola triscou no travessão no último lance da primeira etapa.

Enfim, gols

Assim como na primeira etapa, Pimentinha fez boa jogava pela direita e rolou para Robert. O atacante tentou finalizar de letra, mas errou. Alívio palmeirense com menos de quarenta segundos de bola rolando. No lance seguinte, foi a vez do Palmeiras ficar no quase. Alan Patrick arriscou de fora da área e quase abre o placar. Milton Raphael fez uma defesa incrível mandando a bola para escanteio.

O segundo tempo tornou-se palmeirense. O time paulista cresceu no confronto. O Palmeiras pressionava o Sampaio em busca do gol. Enquanto isso, a equipe da casa não conseguia manter a bola nos pés. Melhor para o Verdão que parecia estar próximo de tirar o zero do placar.

Aos 19, o Sampaio voltou a ameaçar. Válber fez boa jogada e lançou Cleitinho, que acabara de entrar. Com fôlego de sobra, Cleitinho chutou forte, mas parou no goleiro Jailson. No entanto, o lance já não valia mais: o impedimento do meia tricolor já estava assinalado.

Porém, aos 23 minutos, o zero saiu do placar. Cristaldo não perdoou a oportunidade e marcou a favor do Palmeiras após defesa de Milton Raphael. Verdão 1 a 0.

O gol desanimou a equipe tricolor, que não conseguia mais encontrar forças para ser perigoso no ataque. Em contrapartida, o Palmeiras estava com o jogo sob controle. E, de tanto controlar o duelo, o time paulista foi castigado.

Aos 41, a jogada que Pimentinha se empenhou a realizar pela direita durante todo o jogo finalmente deu certo. O camisa 11 superou a defesa palmeirense e cruzou na medida para Cleitinho que, de cabeça, igualou o placar: 1 a 1. O Sampaio ainda buscou a virada, mas não havia tempo para mais nada.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 1 X 1 PALMEIRAS

Local: estádio Castelão, em São Luis (MA) 
Data: 29 de abril de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília) 
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI) 
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Francisco Nurisman Machado Gaspar (ambos do PI) 
Cartões amarelos: Robert (Sampaio Corrêa); Jackson, Cristaldo e Tobio (Palmeiras)

Gols:
SAMPAIO CORRÊA: Cleitinho, aos 41 minutos do segundo tempo
PALMEIRAS: Cristaldo, aos 23 minutos do segundo tempo

SAMPAIO CORRÊA: Milton Raphael; Daniel Damião, Luiz Otávio, Edvânio e Wilian Simões; Moisés (Robson Simplício), Diones, Raí (Cleitinho) e Válber; Pimentinha e Robert (Edgar)
Técnico: Oliveira Canindé

PALMEIRAS: Jailson; Ayrton, Tobio, Jackson e Victor Luis; Amaral e Renato (Andrei Girotto); Kelvin (Juninho), Alan Patrick e Ryder (Cristaldo); Gabriel Jesus
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Continue lendo a matéria aqui!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…