Pular para o conteúdo principal

Ação das Polícias Civil e Militar desarticula quadrilha especializada em assaltos a bancos

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por meio o delegado-geral da Polícia Civil, Augusto Barros, apresentou à imprensa, na manhã desta segunda-feira (25), no auditório da SSP, um dos integrantes de uma quadrilha especializada em assaltos a instituições financeiras, que atuava nos estados do Maranhão e Piauí. O suspeito foi identificado como Judnilson da Silva Sousa, o ‘Palhaço’. Na ocasião, também, foi apresentado o autor do homicídio que vitimou o presidente da Câmara dos Vereadores de Santa Luzia do Tide, Cícero Ferreira da Silva, mais conhecido como Vavá.

A prisão de ‘Palhaço’ é resultado de uma ação conjunta do Departamento de Combate a Roubo a Instituição Financeira e do 11º Batalhão da Polícia Militar, que culminou com a prisão de outros cinco integrantes da quadrilha. ‘Palhaço’ e três comparsas foram presos em Timon (MA) e os outros dois integrantes foram presos no Pará. Francisco Moreno da Silva e Julimar Viana de Deus foram presos, na madrugada de sexta-feira (22), na cidade de Brejo Grande de Araguaia (PA), onde se organizavam para praticar mais um assalto.

De acordo com o delegado Tiago Bardal,em poder da dupla foi encontrada uma pistola ponto 45, carregadores e munições calibre 7.62 e 5.56. Com as prisões de Francisco e Julimar, a polícia obteve informações do paradeiro de ‘Palhaço’, que foi preso em Timon, no sábado (23), em companhia de Guilherme Henrique Bezerra de Mesquita. Eles estavam em um veículo Civic preto, de placas NID-8816. Com ‘Palhaço’, os policiais apreenderam duas pistolas.

Dando continuidade às diligências, os policiais prenderam os irmãos André Maciel dos Santos e Adão Maciel dos Santos, no Bairro Formosa, zona rural de Timon. No local, foram apreendidos três revólveres e duas pistolas. Em uma residência no bairro Vila Berck, a polícia apreendeu um fuzil 7.62; uma escopeta calibre 12; R$ 76 mil em espécie; muitas munições; cocaína, maconha e roupas de camuflagem do exército.

De acordo com o delegado Tiago Bardal, os outros quatro integrantes da quadrilha que estão foragidos já foram identificados, dentre eles, o líder conhecido como John Leno. “O serviço de inteligência está trabalhando no intuito de localizá-los”, frisou. O delegado informou, ainda,que John Leno foi um dos regatados pela quadrilha, no dia 5 de abril, do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. No dia 22 do mesmo mês, o grupo assaltou uma agência bancária no município de Brejo. Ainda de acordo com Bardal, ‘Palhaço’ confessou a ação da quadrilha em Brejo e na morte de dois policiais militares do estado do Piauí. As armas dos PM’s assassinados foram encontradas em poder do grupo.

O delegado geral da Polícia Civil parabenizou o trabalho realizado pelas Polícias Civil e Militar. “Essa ação demonstra um trabalho integrado entre as duas instituições, que retirou de circulação integrantes de uma quadrilha de alta periculosidade”, destacou Augusto Barros.

Caso ‘Vavá’

Na ocasião, foi apresentado à imprensa Osmar Pereira Alves,conhecido como ‘Fabiano’, 29. Ele é apontado como autor do homicídio que vitimou o vereador Cícero Ferreira da Silva, no dia 3.

O suspeito foi preso, na quinta-feira (21), no Povoado Olho d’Água do Lapela, zona rural da cidade de Conceição do Lago Açu. A ação foi coordenada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Com ele, a polícia apreendeu um revólver calibre 38.

Estiveram na coletiva, o delegado geral da Polícia Civil, Augusto Barros; o superintendente da Polícia Civil do Interior (SPCI), Dicival Gonçalves; o chefe do Departamento de Combate a Roubo a Instituição Financeira (DCRIF), delegado Tiago Bardal; o delegado titular da Delegacia de Santa Luzia do Tide, Diego Fernandes Rocha; e o tenente-coronel da Polícia Militar, Flávio Augusto Leite Bayma do Lago.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo: