Pular para o conteúdo principal

Governo entrega dois presídios reformados e ampliados e cumpre compromisso com o Conselho Nacional de Justiça


O Governo do Maranhão já concluiu, em menos de um mês, a reforma e ampliação de dois dos quatro presídios listados no Termo de Compromisso firmado com o Ministério da Justiça, no dia 22 de junho. O documento, assinado pelo governador Flávio Dino e pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Enrique Ricardo Lewandowski, objetiva a reforma estrutural e organizacional do sistema carcerário do estado.
A conclusão das obras se refere às unidades prisionais de Balsas e Açailândia, o que já torna realidade o aumento do número de vagas, uma dasmedidas firmadas no termo de compromisso com CNJ. Apenas com a conclusão dos serviços desses dois presídios, por exemplo, 288 novas vagas já entraram para a redução do déficit carcerário no estado. “O prazo para essas duas unidades era julho, e assim foi cumprido”, destacou o titular da Sejap.
Até novembro, o Governo do Estado deve concluir as obras de reforma e ampliação em outras duas unidades prisionais. Uma delas é o Presídio de Codó, que terá outras 156 novas vagas. A segunda unidade listada no termo de compromisso é o Presídio de Pedreiras, onde a Sejap vai dispor de mais 120 vagas. Além do compromisso com o Poder Judiciário, a Sejap diminuirá os casos de presos custodiados em cidades diferentes das quais cometeram crimes.
“Cumprindo o compromisso firmado com o CNJ, teremos de imediato 564 novas vagas. Entretanto, não será essa a única conquista do governo. Essas vagas servirão, preferencialmente, para a transferência imediata de presos oriundos do interior do estado, mas que cumprem suas penas ou que aguardam julgamento, em unidades da capital, para próximo de seus domicílios”, lembrou o secretário Murilo Andrade de Oliveira.
Mais obras
Além da conclusão dos serviços nesses dois estabelecimentos penais, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Sejap), já iniciou a construção de mais quatro presídios no interior do estado, sendo eles em Pinheiro e Timon, ambos com 306 vagas cada; e em Imperatriz e São Luís Gonzaga, com 210 e 312 vagas, respectivamente. A maior parte dos prazos é para o início de 2016.
Concluídas as construções serão abertas mais 1.134 novas vagas no sistema penitenciário maranhense.  A abertura das novas vagas garantirá a transferência dos detentos que cumprem pena na capital, mas são oriundos do interior do estado. Já na capital São Luís está prevista ainda a edificação de um presídio de Segurança Máxima, cujo projeto está em fase de detalhamento com a equipe da Supervisão de Obras e Reformas da Sejap.
Outra medida prevista no documento, e que a Sejap já tem realizado com afinco, é o fortalecimento da Ouvidoria do Sistema Penitenciário. Este tem ocorrido com a participação dos conselhos da comunidade e ações destinadas aos servidores do sistema. “A Ouvidoria é o setor de ligação com a comunidade no intuito de colher, ou receber, as denúncias de violação aos direitos dos apenados do estado”, explica a ouvidora Odaiza Gadelha. 
O termo de compromisso firmado com o CNJ prevê ainda importantes avanços na reinserção social, e na melhoria das condições de encarceramento. Um deles é a continuação da política de fomento ao método das chamadas Associações de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC’s). “É uma modalidade exitosa em vários estados brasileiros, na qual os próprios internos participam das ações que vão garantir sua ressocialização”, concluiu o secretário.
MAIS
Enquanto as obras seguem a todo vapor, o Governo do Estado, por meio de sua política de reinserção de egressos ao convívio social, trabalha com afinco nas ações de oferta de assistência jurídica, de saúde, trabalho e renda, e fortalecimento dos laços familiares de seus apenados, em todo o estado. Paralelo a isso, a Sejap intensifica os esforços para manter a ordem nas unidades prisionais do estado, principalmente no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde o índice de mortes, no primeiro semestres de 2015, foi reduzido em 60%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…