Pular para o conteúdo principal

Flávio Dino usa interbairros para esconder ponte fantasma de R$ 1 milhão de Edivaldo

VERBA SUMIU:Outubro de 2013: Edivaldo Holanda Júnior anunciando a construção da Ponte Pai Inácio
O governador Flávio Dino (PCdoB) deu provas, nessa segunda-feira 24, de que pretende mesmo fazer tudo para que o seu afilhado e protótipo do discurso da mudança, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), se reeleja em 2016. Até mesmo participar e esconder atos de corrupção.

É o caso da ponte fantasma sobre o Rio Gangan, no Turu Velho, conhecida na comunidade como "Pai Inácio", orçada em mais de R$ 1 milhão e que, embora já paga por Edivaldo em quase sua totalidade, nunca foi construída.
Para abafar o escamoteio de dinheiro público pelo petecista e seu secretário de Obras e Serviços, Antônio Araujo, Dino incluiu o local no programa estadual Interbairros, e mandou como seu representante para o evento de novo lançamento da obra, realizado ontem, na maior cara dura, o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto.
O prefeito de São Luís e Araújo, claro, também se fizeram presentes ao evento.
Acima, na imagem em destaque, capturada pelas lentes do professor Hilton Franco, onde já deveria ter sido contraída a ponte, nem a placa suportou o descaso.
NOVA VERBA PRA TAPAR BURACO DA OUTRAAgosto de 2015: Edivaldo Holanda Júnior anunciando, acompanhado de Clayton Noleto, a construção da Ponte Pai Inácio

Cadê a ponte que deveria estar ali?


Apesar dos trabalhos estarem incluídos nos R$ 7.687.626,11 enviados pelo governo federal para a Prefeitura de São Luís, em outubro de 2013, acompanhado pelo deputado federal Weverton Rocha (PDT) e pelos vereadores Pedro Lucas (PTB) e Ivaldo Rodrigues (PDT), Edivaldo Júnior visitou o trecho da terceira travessa da Rua General Artur Carvalho, no Turu Velho, e afirmou que destinaria recursos da própria prefeitura para a construção da ponte que ligaria a  avenida Nossa Senhora da Vitória (Parque Vitória) à avenida General Arthur Carvalho (Turu).Iniciada em setembro de 2010 pela gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB), a obra faz parte da Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2, cujo responsável pela canalização e urbanização do rio, que vai do bairro Vicente Fialho ao Turu, é a empresa Geotec Construções e Projetos Ltda.

No local, porém, nenhuma obra foi feita até hoje. Apenas a placa da prefeitura que foi ao chão, sem a identificação do valor da obra, da construtora e do tempo de execução dos serviços, foi colocada.
Quase dois anos depois, o prefeito de São Luís finalmente voltou ao local, mas apenas para prometer mais uma vez o início das obras, desta com uma terceira fonte de recursos: o Estado.
Diante da mãozinha de Flávio Dino para ajudar o afilhado nas eleições de 2016, fica o seguinte questionamento: cadê a ponte e dinheiro da prefeitura que foi gasto ali, Edivaldo?


Do Atual 7

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…