Pular para o conteúdo principal

Assaltos constantes têm preocupado moradores do Conjunto Bequimão em São Luís

Na maioria das vezes, as ações são cometidas por motoqueiros que assaltam pessoas e estabelecimentos comerciais, deixando temerosos os moradores da região; polícia tem mapeado atividade dos criminosos
Assaltos constantes estão deixando moradores e comerciantes do Conjunto Bequimão, em São Luís, cada vez mais temerosos. Crimes contra a pessoa e estabelecimentos comerciais transformaram-se em uma infeliz rotina do bairro, o que faz com que os moradores da área convivam com o medo.
No 14º Distrito Policial (14º DP), no bairro do Bequimão, em mé­dia são registradas seis ocorrências de assaltos por dia. As segundas-fei­ras são os dias em que é registrada a maior quantidade de Boletins de Ocorrência (B.O.). Roubos de celulares e de bolsas lideram as ocorrências.
De acordo com o delegado David Feller, responsável pela delegacia, a maioria dos casos é cometida por criminosos de localidades próximas, que vêm para a região cometer delitos. “Na maioria das vezes, eles vêm do Ipase de Cima, Maranhão Novo e Novo Angelim, por exemplo, para cometer os assaltos, e depois voltam para as suas regiões”, disse o delegado.
Ele afirmou ainda que as polícias Civil e Militar têm realizado operações constantes na região e nos bairros que fazem parte da circunscrição do 14ºDP para identificar os responsáveis por esses delitos e prender os criminosos.
Já aconteceu comigo outras vezes. Infelizmente, todos nós estamos sujeitos a passar por uma situação como essa”Samira Costa Diarista
Diuturnamente

Não há mais horário. Seja durante o dia, tarde ou noite, a certeza é de que os criminosos estão agindo na região. Empunhando armas de fogo ou brancas, como facas e facões, os criminosos costumam abordar pessoas que estão nas paradas de ônibus sozinhas ou aquelas que estão caminhando distraídas, levando delas telefones celulares, bolsas e outros objetos.

modus operandi dos criminosos na maioria das vezes é o seguinte: dois sujeitos em uma motocicleta abordam a vítima e levam todos os seus pertences. Já há registros na polícia em que os assaltantes tentam disfarçar o golpe e, na garupa da moto, colocam mulheres para não levantar suspeitas das vítimas. No entanto, elas também participam dos atos criminosos.
“Há muito tempo terminou o nosso sossego aqui na região. Tem muito assalto, principalmente com roubo de celular. Eu, graças a Deus, nunca fui vítima dessa situação, mas tenho vários colegas que já fo­ram assaltadas”, disse José Ribamar da Conceição Silva, comerciante da região.
Os moradores também estão assustados com a onda de criminalidade, que tomou conta da área. “No Dia das Crianças mesmo, enquanto ocorriam brincadeiras na rua, em outra via teve um assalto na parada de ônibus. Todo dia é dessa forma”, dis­se Fabiana Teixeira, moradora da comunidade Rio Anil, localizada dentro do Conjunto Bequimão.
A diarista Samira Costa relatou que recentemente teve a bolsa roubada por dois assaltantes, que estavam em uma motocicleta. Ela disse ainda que essa não foi a primeira vez que foi vítima de criminosos. “Já aconteceu comigo outras vezes. Infelizmente, todos nós estamos sujeitos a passar por uma situação como essa”, disse.

Comentários

otimo vendedor disse…
Por isso o brasil ta desse jeito. Precisam investir mais em segurança e saúde.

http://bloggdoanonino.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…