Pular para o conteúdo principal

Assaltos levam população a ter medo de utilizar transporte coletivo


O medo ainda é o sentimento mais comum de quem é usuário de transporte coletivo em São Luís. Um dia após a divulgação por O Estado de que já foram registrados 400 assaltos a coletivos na Ilha de São Luís neste ano (número superior ao registrado durante todo o ano passado, quando ocorreram 366 assaltos do tipo), pessoas que costumam utilizar este tipo de serviço temem ser novas vítimas da criminalidade.
Mesmo durante o dia, usuários se sentem inseguros. “Outro dia, enquanto descia de um coletivo, olhei um senhor na porta do ônibus sendo assaltado. Isto poderia ter sido comigo e você olhar um fato assim te passa uma insegurança sim, muito grande”, relatou a professora aposentada Tereza Marques, que esperava um coletivo no Centro.
Outras pessoas, cansadas de esperar por providências do poder público, decidiram por conta própria, tomar medidas de precaução. “ Antes, eu saia de casa com jóias. Atualmente, saio no máximo com a bolsa e o celular, não somente por medo de me deslocar pelo Centro, ou na hora em que espero por um ônibus ou mesmo quando estou dentro dele”, disse a estudante Naara Santos.
O operador de Telemarketing, Danilo Duarte, que utiliza transporte coletivo diariamente, prefere acreditar nas crenças religiosas do que eficiência do poder público. “A gente se apega com Deus, que é o único neste momento que pode nos proteger”, afirmou. O sentimento de proteção divina durante o trajeto feito em um coletivo é compartilhado por outras pessoas. “Só mesmo Deus para nos livrar de qualquer mal”, afirmou a voluntária Terezinha Silva, moradora do João de Deus.
Rodoviários - Além dos usuários, os motoristas e cobradores de ônibus que trafegam em determinadas linhas da capital maranhense também já foram assaltados durante a jornada de trabalho. “Uma vez, quando trabalhava na linha da Liberdade, uns caras entraram e quando vi, um deles já estava com a faca na altura da minha barriga, pronto para fazer qualquer mal. Depois desceram e, quando fui à delegacia para prestar ocorrência, simplesmente os policiais de plantão disseram, quando descrevi os caras, que se tratavam de pessoas conhecidas. Quer dizer, o que faziam então soltos naquele momento?”, indagou o motorista Wilton Louzeiro, motorista da empresa Primor, da linha Fé em Deus.
O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informou que a categoria permanece em estado de greve e poderá parar as atividades a qualquer momento. De acordo com a direção do Sindicato, até o momento, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) ainda não apresentou, de forma prática, soluções para combater os assaltos a coletivos na cidade.
Em nota enviada à Redação de O Estado na segunda-feira, a Polícia Militar do Maranhão informou que tem intensificado o patrulhamento para inibir assaltos a ônibus na Região Metropolitana de São Luís e atuado nos terminais de integração da Cohab, São Cristóvão, Praia Grande e Cohama, com a Operação Terminal Seguro. Outras ações como as Operações Catraca, Saturação e Corredor de Segurança, são realizadas na cidade. A PM informou ainda que tem mapeado os horários, itinerários e locais de circulação dos coletivos para coibir assaltos e outras práticas delituosas.
Enquete - “Tenho medo sim de ser assaltada quando pego ônibus. A gente vê tanta coisa na televisão que não tem como não sentir medo”, Claudina Cardoso – dona de casa (Claudina de Jesus)
“Antes, eu saia de casa com jóias. Atualmente saio no máximo com a minha bolsa e com o celular” , Naara Santos, estudante (Naara de Jesus)
“ Uma vez, quando trabalhava na linha da Liberdade, homens entraram e quando vi, um deles já estava com a faca na altura da minha barriga, pronto para fazer qualquer mal” , Wilton Louzeiro, motorista da empresa Primor, da linha Fé em Deus. ( Wilton de Jesus)
Números
400 é a quantidade de assaltos a coletivos registrados na capital maranhense, somente este ano
366 ocorrências do gênero foram registradas na cidade, em todo o ano passado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…

MP notificou a prefeita Irlahi e Calvet Filho por campanhas irregulares e crimes eleitorais; Irlahi ainda responde por Showmício

Rosário-MA: Dois candidatos a prefeitos de Rosário foram notificados na Justiiça Eleitoral pelo Ministério Público, devido a irregularidade em suas campanhas e até crimes eleitorais.  As notificações foram assinadas pela juíza eleitoral Karine Lopes de Castro da 18ª Zona Eleitoral-MA.

Contra Irlahi Moraes (PMDB) pesa a representação Nº 795-46.2016.6.10.0094 e contra Calvet Filho (PSDB) a N° 746-31.2016.10.6.10.0094. É importante ressaltar que eles podem recorrer, mas por se tratar de ações ingressadas pelo próprio MP é bem possível que sejam punidos. Nos bastidores políticos já é esperado que ambas campanhas recebam multas pesadas.


Irlahi Moraes desde a sua convenção tem atropelado todos os protocolos eleitorais, por exemplo: realizando caminhada no dia da sua convenção pelas ruas da cidade a distâncias superiores a 100 metros do local do evento. Já Calvet Filho ates mesmo da eleição já fazia propaganda irregular desafiando a Justiça Eleitoral com comícios, carros adesivados com propaga…

Empresária morre após ser baleada durante assalto e populares pedem justiça e querem invadir a delegacia de Rosário e linchar os assassinos.

Empresária Adilce Silva  dona da academia Espaço Fitness  morreu após ser baleada durante um assalto na noite   deste domingo (21) .   De acordo com informações a vítima estava na padaria da família que fica localizada na rua Benedito Leite no centro de Rosário, quando foi abordada pelos dois criminosos que são menores de idade. Segundo informações Adilce  e familiares entregaram os celulares e os pertences mais mesmo assim um dos criminosos atirou na empresária um absurdo um ato de crueldade com uma pessoa de bem um dos criminoso chegaram aponta a arma para uma criança de 4 anos sendo que a criança neto de Adilce .
A empresaria foi levada ao hospital SESP mais não resistiu Adilce Silva era casada com Zondeck Anceles que é irmão do gestor da regional da saúde de Rosário Willame Anceles. a empresaria Adilce é um símbolo do mundo fitness e na cidade e região.
Os bandidos foram presos e a população cercou a delegacia e  a população esta revoltada e pedindo justiça.
A violência to…