Pular para o conteúdo principal

Corregedores recomendam adoção de projeto maranhense em todo o Brasil

juiz Mário Márcio apresentou a iniciativa maranhense
O projeto da Corregedoria da Justiça do Maranhão que fixa critérios para medição e análise da produtividade de juízes para fins de movimentação na carreira foi aprovado por unanimidade por corregedores de todo o Brasil e encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça para implantação em todo o País. O sistema de metas e avaliação consta no Provimento 35/2015 instituído pela CGJ/MA. A decisão consta na Carta de Barreirinhas, documento resultante do 70º Encontro de Corregedores, realizado de 18 a 20 de novembro, em Barreirinhas (MA).
Segunda a carta, o Colégio deverá “Encaminhar ao Conselho Nacional de Justiça - CNJ, para conhecimento, análise e adoção em nível nacional, o Provimento de nº 35/2015, da Corregedoria-Geral de Justiça do Estado do Maranhão, com vistas a subsidiar a normatização de critérios para aferição do merecimento de magistrados para fins de promoção, remoção e acesso”.
O modelo maranhense foi exposto pelo juiz gestor de Metas e Estratégias da Corregedoria maranhense, Mário Márcio de Almeida. Ele destacou que a proposta foi construída de forma compartilhada e enfatizou que o método é inovador e garante justiça na quantificação dos resultados, razão pela qual teve apoio da magistratura. Além da aferição para merecimento, o magistrado também esclareceu que a norma institui um modelo de produtividade com base na similaridade das unidades judiciais.
O artigo 2º da norma estabelece os critérios para mensuração do volume de trabalho do juiz, dentre os quais podem ser destacados o número de audiências marcadas e realizadas; o número de audiências de conciliação; a quantidade de decisões interlocutórias proferidas; o número de julgamentos; o tempo médio do processo na unidade; o número de júris realizados; e o não adiamento ou cancelamento de audiências de forma injustificada.
Também é proposta da nova regulamentação garantir a eficiência e maior rapidez na prestação dos serviços judiciais. Isso porque além do estabelecimento das metas, os critérios instituídos estão vinculados ao volume de trabalho realizado pelos juízes, que por sua vez dependem da boa produtividade para que possam se movimentar na carreira.
Intercâmbio – A proposta foi aclamada por unanimidade pelos corregedores que decidiram pelo encaminhamento ao Conselho Nacional de Justiça, solicitando que o mesmo leve a iniciativa para todo o Brasil como um modelo eficiente, que alia a busca pela produtividade e celeridade com a garantia de critérios objetivos de medição dos trabalhos de cada magistrado.
Entusiasmada com o modelo maranhense, a presidente eleita do Colégio de Corregedores do Brasil, desembargadora Maria Erotides Baranjak (MT), antecipou que vai adotar a proposta em seu estado. Na avaliação da corregedora a sistemática apresentada pelo Maranhão permite melhor apuração dos quantitativos e vai facilitar o processo movimentação na carreira com base no merecimento.


“Avalio o projeto da Corregedoria maranhense como algo fantástico. Vamos adotar em Mato Grosso e espero que outras corregedorias possam aproveitar o resultado desse trabalho vindo do Maranhão”, disse Maria Erotides.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…