Pular para o conteúdo principal

234 presidiários não retornaram nas cinco temporárias deste ano

Na última, do Natal, dos 345 apenados que efetivamente deixaram o complexo de Pedrinhas, 51 não voltaram até às 18 horas de terça-feira, um deles foi morto no São Bernardo; todos já são considerados foragidos
Duzentos e trinta e quatro presidiários não retornaram aos presídios do Complexo Penitenciário de Pedrinhas nas cinco saídas temporárias deste ano e são considerados foragidos da Justiça. Apenas no último benefício, a saída temporária de Natal, segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap), dos 345 apenados que efetivamente deixaram o sistema prisional no dia 23 de dezembro, 51 não retornaram até o começo da tarde de ontem. Desses, um deles, identificado como Ivanor Pereira Santos, de 46 anos, foi morto a tiros na noite de segunda-feira, 28, no São Bernardo.
Essa informação foi concedida na tarde de ontem por meio de nota a imprensa expedida pela assessoria de comunicação do governo do estado. De acordo com a nota, 51 apenados não retornaram ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas no prazo estabelecido pela juíza da 1ª Vara de Execuções Penais (VEP), Ana Maria Almeida Vieira, por meio da portaria de número 033/2015 e da portaria complementar 033/15-A.
A decisão judicial determinou a saída de 357 apenados, mas como alguns desses beneficiados respondiam a outros crimes, no entanto, apenas 345 puderam deixar o presídio. Ainda segundo a Justiça, aqueles internos que não retornaram ao sistema prisional no período estabelecido pelo Poder Judiciário já são considerados foragidos e terão regressão de regime do semi-aberto para o fechado. No decorrer dos próximos dias, a Justiça vai expedir o mandado de prisão contra esses foragidos e equipes da Polícia Militar e Civil, principalmente da Delegacia da Polinter, vão realizar incursões no estado para prendê-los.
Saída temporária
O benefício da saída temporária está previsto na Lei de Execuções Penais (Lei 7.210/84). Esta autorização é concedida por ato motivado do Juiz da execução, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária. Entre os requisitos para a concessão do benefício, estão comportamento adequado e cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena se o condenado for primário, e ¼, se reincidente.
São cinco saídas durante o ano e entre as exigências para o período de liberdade, os internos devem se recolher à respectiva residência até as 20h, não ingerir bebidas alcoólicas, não portar armas e não frequentar festas, bares ou similares. O primeiro benefício foi na época da Semana Santa, no mês de abril. Neste período, 281 internos de Pedrinhas foram beneficiados, mas 54 não retornaram para o sistema prisional.
Na saída do Dia das Mães, ocorrido em maio, o Poder Judiciário concedeu o benefício a 256 detentos e 32 não voltaram a Pedrinhas. Em agosto, na saída temporária do Dia dos Pais, dos 321 beneficiados, 51 desobedeceram à lei. Em outubro, na saída temporária do Dia das Crianças, dos 321 beneficiados 275 retornaram no período certo estabelecido pela lei as unidades prisionais do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Nessa saída temporária, a Penitenciária de Pedrinhas, dos 156 internos beneficiados, 128 retornaram na data certa. Já os 88 beneficiados do Centro de Triagem de Pedrinhas, Penitenciária Feminina, da delegacia de Paço do Lumiar e da Unidade de Ressocialização do Monte Castelo, voltaram todos.
Foragidos
Em outubro, na saída temporária do Dia das Crianças, dos 321 apenados que saíram 275 retornaram às suas respectivas unidades prisionais, no o prazo de retorno determinado pela justiça.
Na saída temporária do Dia dos Pais, dia 7 de agosto, dos 312 beneficiados, 51 não obedeceram ao período estabelecido pela lei de seis dias.
Na saída do Dias das Mães, ocorrido em maio, a Justiça concedeu o benefício a 256 apenados do Complexo de Pedrinhas, mas 32 não voltaram.
Em abril, na saída temporária da Semana Santa, 281 foram beneficiados e 54 preferiram não retornar às suas respectivas unidades prisionais.
Número
234
internos não retornaram aos presídios do Complexo Penitenciário de Pedrinhas durante as cinco saídas temporárias neste ano.

OEstado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeita de Rosário fica desesperada com 10 mil pessoas em caminhada e agride Willame Anceles.( Veja os Vídeos)

O gestor da Regional de saúde de Rosário Willame Anceles,  mostra força e Arrasta  uma multidão nesta tarde de quinta-feira 20,  em apoio aos candidatos, o deputado estadual Hélio Soares e o candidato a deputado federal  Josimar de Maranhãozinho. Cerca de   10 mil pessoas participaram da grande caminhada que começou as 17 horas na Praça do Coqueiro e tomou conta das ruas de Rosário.





A população rosariense abraçou os candidatos do ex-vereador Willame Anceles, e a população rosariense  foram em peso para  caminhada, deixando a prefeita de Rosário Irlahi Moares, descontrolada e desesperada, partindo para cima dos moradores  da Cidade Nova, querendo barrar o ônibus que iria para grande  caminhada de Hélio Soares candidato a deputado estadual  e Josimar candidato deputado federal.


A parti triste da tarde foi  a prefeita  Irlahi, que  agrediu o ex-vereador Willame Anceles,  onde rasgou a sua camisa toda  em um ato de fúria descontrolada.  A gestora  desesperada Irlahi, acabou levando  vaias d…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Prefeitura de Rosário serve duas espigas de milho cruas para alunos em escola.

Os pais de alunos da escola municipal Maria da Mercês  Teixeira localizada no bairro Cidade Nova em Rosário, estão revoltados com a prefeita Irlahi Moraes, vários país  entraram em contato com o blog para denunciar que as crianças  da escola municipal  estão lanchando duas espigas  de milho onde muitas crianças ficam com fome.

A revolta do país é tão grande que as espigas de  milho até cruas estão sendo servidas na escola da rede municipal  de Rosário "Isso é uma vergonha uma maldade para com as crianças que estão passando fome na escola, como pode se servir duas espigas de milhos cruas para um criança que precisa  de uma merenda adequada de qualidade isso é uma vergonha um desrespeito" desabafa uma mãe ao blog .

A mãe que denunciou esse desrespeito da prefeita Irlahi mandou um vídeo que está rolando nas redes Sociais de uma outra mãe que está  revoltada para mostrar a veracidade do desrespeito que está acontecendo na escola Municipal Maria Mercês Teixeira.
A merenda tem que se…