Pular para o conteúdo principal

Oposição condena declaração de Portela sobre bancos

Andrea Murad,Edilázio e Adriano Sarney criticam o secretário.
Deputados da bancada oposicionista na Assembleia Legislativa reagiram ontem, em contato com O Estado, à entrevista do secretario de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, que na quinta-feira, 14, disse não estar preocupado com a onda de assaltos a bancos no Maranhão.

Só em 2016 já foram sete ocorrências do gênero no estado. Praticamente uma a cada dois dias.

Os deputados Adriano Sarney (PV), Andrea Murad (PMDB) e Edilázio Júnior (PV) teceram duras críticas aos argumentos do titular da SSP, aos quais classificaram de “pouco caso”.

Eles relacionaram o caso à recente denúncia de setores ligados aos direitos humanos, segundo as quais a paz em Pedrinhas – que faria parte de um acordo do governo com as facções – tem dado aos criminosos a tranquilidade necessária para planejar ações fora dos presídios.

“O aumento comprovado destas explosões e o pouco caso do governo, como demonstrado pelo secretário, corroboram com a denúncia das entidades de direitos humanos que atuam em Pedrinhas de que o aumento da criminalidade faz parte de um perigoso acordo. Pedrinhas não aparece mais em rede nacional e as facções ganham vista grossa do governo para se fortalecerem”, relatou Adriano Sarney.

O deputado Edilázio Júnior fez um paralelo entre a diminuição das ocorrências em Pedrinhas e a escalada da violência no restante do estado. Ele condenou o que considera falta de “atitude firme” do Estado.

“Os criminosos dentro do Complexo de Pedrinhas são os mesmos do governo passado. As rebeliões cessaram, em compensação aumentaram, e muito, as explosões de caixas eletrônicos no Maranhão, e sem nenhuma atitude firme do governo. Pelo contrário o secretário de segurança fazendo pouco caso”, comentou.

Saída
Em sua manifestação sobre o assunto, a deputada Andrea Murad chegou a questionar a capacidade de Portela para permanecer no cargo. “O secretário Jefferson Portela demonstrou mais uma vez que não tem condições de continuar no cargo”, disse.

Ela condenou as declarações do comandante do Sistema de Segurança Pública do Maranhão, a quem chamou de “frio e irresponsável”.

“Não é compatível com a responsabilidade de um secretário de segurança se mostrar tão frio, irresponsável e sem qualquer estratégia de ação, mesmo após um ano frente à secretaria. Enquanto isso, o Maranhão está submetido a uma escalada de assaltos, explosões e sequestros de pessoas que está colocando em pânico cidades inteiras por todo o Maranhão. Uma declaração como essa só aumentará o medo e o pavor que hoje já é enorme. Esse é o governo dos inconsequentes”, frisou.

Secretário disse em entrevista que assaltos não o preocupam

A declaração do secretario Jefferson Portela sobre a pouca preocupação com os assaltos a bancos no interior do estado foi dada em entrevista ao programa Ponto Final, apresentado pelo jornalista Roberto Fernandes, na Rádio Mirante AM.

As explosões a bancos supostamente financiam as facções criminosas”Adriano Sarney, deputado estadual

Na ocasião, quando questionado sobre o assunto pelo apresentador, ele disse que esse é “um problema nacional, mas que nem me preocupa” e apresentou informações sobre a criminalidade em outros estados.

“É um problema nacional, mas nem me preocupa. Temos uma violência extrema na Bahia, na fronteira do Piauí com o lado de lá do Estado. Estive reunido com o comandante da Polícia Militar do Piauí e com o secretário de Segurança do Piauí e eles narraram essa vinda de lá para cá. Eles já estão preocupados de fazer essa contenção do meio do Estado para lá. É muita explosão de banco descendo para cá”, afirmou.

O posicionamento do titular da SSP causou ainda mais repercussão porque foi externado na mesma semana em que bandidos explodiram duas agências bancárias no Maranhão: uma em Grajaú e outra em Icatu.

OEstado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeita de Rosário fica desesperada com 10 mil pessoas em caminhada e agride Willame Anceles.( Veja os Vídeos)

O gestor da Regional de saúde de Rosário Willame Anceles,  mostra força e Arrasta  uma multidão nesta tarde de quinta-feira 20,  em apoio aos candidatos, o deputado estadual Hélio Soares e o candidato a deputado federal  Josimar de Maranhãozinho. Cerca de   10 mil pessoas participaram da grande caminhada que começou as 17 horas na Praça do Coqueiro e tomou conta das ruas de Rosário.





A população rosariense abraçou os candidatos do ex-vereador Willame Anceles, e a população rosariense  foram em peso para  caminhada, deixando a prefeita de Rosário Irlahi Moares, descontrolada e desesperada, partindo para cima dos moradores  da Cidade Nova, querendo barrar o ônibus que iria para grande  caminhada de Hélio Soares candidato a deputado estadual  e Josimar candidato deputado federal.


A parti triste da tarde foi  a prefeita  Irlahi, que  agrediu o ex-vereador Willame Anceles,  onde rasgou a sua camisa toda  em um ato de fúria descontrolada.  A gestora  desesperada Irlahi, acabou levando  vaias d…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Prefeitura de Rosário serve duas espigas de milho cruas para alunos em escola.

Os pais de alunos da escola municipal Maria da Mercês  Teixeira localizada no bairro Cidade Nova em Rosário, estão revoltados com a prefeita Irlahi Moraes, vários país  entraram em contato com o blog para denunciar que as crianças  da escola municipal  estão lanchando duas espigas  de milho onde muitas crianças ficam com fome.

A revolta do país é tão grande que as espigas de  milho até cruas estão sendo servidas na escola da rede municipal  de Rosário "Isso é uma vergonha uma maldade para com as crianças que estão passando fome na escola, como pode se servir duas espigas de milhos cruas para um criança que precisa  de uma merenda adequada de qualidade isso é uma vergonha um desrespeito" desabafa uma mãe ao blog .

A mãe que denunciou esse desrespeito da prefeita Irlahi mandou um vídeo que está rolando nas redes Sociais de uma outra mãe que está  revoltada para mostrar a veracidade do desrespeito que está acontecendo na escola Municipal Maria Mercês Teixeira.
A merenda tem que se…