Pular para o conteúdo principal

Depois de faltar com a verdade na tribuna e proferir ofensas contra blogueiro, Necó poderá sofrer processo, apesar da Imunidade Parlamentar

Necó criou factoides, ofendeu e insinuou que o blogueiro Renato Waquim é gay e tem pacto com drag

Por Renato Waquim

O vereador Pedrosa Necó poderá enfrentar um processo movido pelo blogueiro Renato Viana Waquim que teve sua honra ferida durante discurso do parlamentar que não satisfeito ainda faltou com a verdade na tribuna da Câmara Municipal de Rosário. A iniciativa do blogueiro foi procurar seus direitos legais, na forma da lei, recebeu apoio da população que está indignada com o vereador que queria perseguir comerciantes informais. A confusão teve inicio depois que o blog Rosário Notícias de Renato Waquim mostrou que o parlamentar tentouemplacar um projeto para proibir a instalação de barracas em calçadas, praças,ruas e avenidas do Perímetro Urbano de Rosário (clique aqui), inclusive proibindo barracas da feira livre na Rua Henrique Rocha e ameaçando a feira da Travessa da Balaiada.

Após repercussão Necó foi à tribuna alegar que o projeto não era aquilo que tinha sido divulgado, apesar de ter sua assinatura no projeto, o que respalda o blogueiro que cumpriu com seu papel de noticiar aquilo que pode comprovar. Necó ainda informou que retirou o projeto porque só iria colocar com a realização de Audiência Pública, algo que não consta no projeto e que contradiz sua tentativa de levar o mesmo em frente, pois o blogueiro tomou conhecimento depois que o projeto entrou na Câmara para apreciação em comissõe(s), como o próprio vereador acabou admitindo no áudio do seu discurso que vazou na Internet que causou até indignação entre a comunidade LGBT da cidade.

Há quem defenda que Necó tenha a Imunidade Parlamentar que o permite ofender qualquer pessoa na tribuna e em todo município. De fato ele é protegido por tal direito de conhecimento geral e que lhe garante falar o que pensa, porém com respeito e bom senso, mas isso não dá o direito do parlamentar poder faltar com a verdade quebrando decoro, ele tem que ser responsável por seus atos e precisa ter bom senso. Porém existem brechas que serão trabalhadas em um eventualprocesso e Necó poderá responder como já aconteceu em outros casos semelhantes pelo Brasil por difamação, injúria (quebra de decoro) e assédio moral. Um exemplo é o caso do empresário Aprígio processou o vereador Eduardo Lopes, em Taboão da Serra-SP (clique aqui). O próprio parlamentar já admitiu (ouça o áudio) que enfrenta processo, só não explicou qual tipo se enquadra.

Veja a preposição do projeto que foi redigido, criado, assinado, apresentado na Câmara para pareceres de comissõe(s) e que só depois foi retirado pelo próprio autor:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Três pessoas são presas durante megaoperação contra pedofilia em Rosário, São Luís e Paço do Lumiar

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), a operação ‘Luz na Infância’ que tem como objetivo apurar crimes de exploração sexual e pedofilia contra crianças e adolescentes. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís, Rosário e Paço do Lumiar. Três pessoas foram presas. Os alvos da operação foram identificados por meio de um levantamento de informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Com base nas informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, foi instaurado um inquérito policial que resultou nos mandados de busca e apreensão emitidos pelo Poder Judiciário. A operação visa apreender computadores e dispositivos onde estão armazenados conteúdos de pedofilia infantil. As investigações estão sendo realizadas há seis meses e a ação envolve 1.100 policiais. Em São Luís, no bairro Santa Cruz, foi preso o músico Oziel Franklin Estrela Gomes e o agente …