Pular para o conteúdo principal

Depois de faltar com a verdade na tribuna e proferir ofensas contra blogueiro, Necó poderá sofrer processo, apesar da Imunidade Parlamentar

Necó criou factoides, ofendeu e insinuou que o blogueiro Renato Waquim é gay e tem pacto com drag

Por Renato Waquim

O vereador Pedrosa Necó poderá enfrentar um processo movido pelo blogueiro Renato Viana Waquim que teve sua honra ferida durante discurso do parlamentar que não satisfeito ainda faltou com a verdade na tribuna da Câmara Municipal de Rosário. A iniciativa do blogueiro foi procurar seus direitos legais, na forma da lei, recebeu apoio da população que está indignada com o vereador que queria perseguir comerciantes informais. A confusão teve inicio depois que o blog Rosário Notícias de Renato Waquim mostrou que o parlamentar tentouemplacar um projeto para proibir a instalação de barracas em calçadas, praças,ruas e avenidas do Perímetro Urbano de Rosário (clique aqui), inclusive proibindo barracas da feira livre na Rua Henrique Rocha e ameaçando a feira da Travessa da Balaiada.

Após repercussão Necó foi à tribuna alegar que o projeto não era aquilo que tinha sido divulgado, apesar de ter sua assinatura no projeto, o que respalda o blogueiro que cumpriu com seu papel de noticiar aquilo que pode comprovar. Necó ainda informou que retirou o projeto porque só iria colocar com a realização de Audiência Pública, algo que não consta no projeto e que contradiz sua tentativa de levar o mesmo em frente, pois o blogueiro tomou conhecimento depois que o projeto entrou na Câmara para apreciação em comissõe(s), como o próprio vereador acabou admitindo no áudio do seu discurso que vazou na Internet que causou até indignação entre a comunidade LGBT da cidade.

Há quem defenda que Necó tenha a Imunidade Parlamentar que o permite ofender qualquer pessoa na tribuna e em todo município. De fato ele é protegido por tal direito de conhecimento geral e que lhe garante falar o que pensa, porém com respeito e bom senso, mas isso não dá o direito do parlamentar poder faltar com a verdade quebrando decoro, ele tem que ser responsável por seus atos e precisa ter bom senso. Porém existem brechas que serão trabalhadas em um eventualprocesso e Necó poderá responder como já aconteceu em outros casos semelhantes pelo Brasil por difamação, injúria (quebra de decoro) e assédio moral. Um exemplo é o caso do empresário Aprígio processou o vereador Eduardo Lopes, em Taboão da Serra-SP (clique aqui). O próprio parlamentar já admitiu (ouça o áudio) que enfrenta processo, só não explicou qual tipo se enquadra.

Veja a preposição do projeto que foi redigido, criado, assinado, apresentado na Câmara para pareceres de comissõe(s) e que só depois foi retirado pelo próprio autor:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…