Pular para o conteúdo principal

Após ataques, ônibus são recolhidos às garagens em São Luís

O terror voltou a ser promovido em São Luís. Bandidos promoveram, na noite desta quinta-feira, uma série de ataques a coletivos em bairros da Região Metropolitana da capital. Até às 20h30, a polícia – por meio do 13º Batalhão – havia confirmado pelo menos quatro ataques na cidade. Não havia informação sobre pessoas feridas. Por causa das ocorrências, o Sindicato dos Rodoviários determinou o recolhimento imediato de todos os coletivos da cidade. Eles começaram a ir para as garagens a partir das 20h30 de hoje.

De acordo com o tenente-coronel Alexandre Francisco, responsável pelo 13º Batalhão, os ataques se concentraram nos bairros do Jardim Tropical, Vila Cafeteira (Maiobão), além das localidades Marly Abdalla e Cidade Verde, apontadas como invasões. Um dos coletivos atingidos seria da linha Popular Ipase. "O que sabemos, por enquanto, é isto. Ou seja, que, por enquanto, ninguém ficou ferido", disse.
Ainda segundo a polícia, dos quatro ataques, dois teriam destruído parcialmente os coletivos. Nos outros dois ataques, houve apenas tentativa de incêndio aos ônibus. A polícia informou ainda que, com base nos depoimentos de testemunhas, que os autores dos crimes estariam encapuzados e conduzindo motos e um veículo não-identificado.
A polícia, até o fim da noite de ontem, não havia confirmado a motivação dos ataques. Horas antes dos incidentes, um policial militar identificado apenas por Erivaldo (que seria da Companhia de Polícia Rodoviária Independente) foi baleado com dois tiros na Nova Aurora (Cohatrac). "Pode haver relação sim entre este incidente com o policial e os ataques. Ainda estamos apurando”, disse o titular do 13º Batalhão da PM, em contato na noite de hoje por telefone.
Nas redes sociais, houve grande mobilização de moradores que residem próximos aos locais onde ocorreram os ataques. Foram compartilhados vários áudios de pessoas próximas aos locais que demonstravam o pânico diante das ocorrências.
Às 21h30 de hoje, a Polícia Militar, por meio do Comando de Policiamento de Área Metropolitana (CPAM1) confirmou o quinto ataque a coletivo. A ocorrência foi registrada na Praça do Viva. Ninguém ficou ferido. No local, o veículo ficou totalmente incendiado. Até o momento, a polícia ainda não tem confirmação sobre a motivação deste ataque.

Do Imirante 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…