Pular para o conteúdo principal

Bomba! Secretário admite evasão de receitas e culpa antecessores por prescrição de dívida na Semfaz

O secretário Municipal da Fazenda, Délcio Rodrigues, jogou no colo dos antecessores a culpa pela prescrição na cobrança do Imposto Sobre Serviços (ISS) de várias empresas que possuíam débitos com a Prefeitura de São Luís. A revelação ocorreu durante um encontro com vereadores a portas fechada, nesta terça-feira (04), na sala de reuniões do Palácio Pedro Neiva de Santana, sede do Legislativo.
O Blog do Isaías Rocha apurou que Délcio Rodrigues confirmou que existe, sim, evasão de receitas por dois motivos: decadência, quando o município deixa de lançar administrativamente os créditos tributários; e prescrição, quando deixa de executar judicialmente os créditos. Mas, segundo ele, como foram irregularidades que ocorreram em gestões anteriores, não souberia precisar o valor, nem o montante, admitindo que o fato era real.
Surpresa maior foi quando Rodrigues tentou explicar a quitação de débitos tributários das empresas ligadas ao secretário Lula Filho, que teriam sido “baixados indevidamente” do sistema de arrecadação da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz). Ele até tentou negar as denúncias, mas acabou admitindo a existência de dívidas fiscais que estão na prescrição em nome de firmas ligadas ao principal auxiliar do prefeito.

EXPLICAÇÃO EM DUAS FOLHAS

Parecia até piada, mas Délcio chegou à reunião com apenas duas folhas de papel em mãos, talvez acreditando que o encontro seria com pessoas que não dominavam o assunto. Foi com essas duas folhas que o secretário tentou garantir aos vereadores que as coisas em sua gestão estavam corretas e sem irregularidades, deixando transparecer que o problema teria sido ocasionado pelos secretários que o antecederam na pasta.
Por mais que Délcio tenha tentado explicar a grave situação, suas justificativas não convenceram nem mesmo os membros da base do governo. Os motivos? É que muitas perguntas ficaram sem respostas, aumentando ainda mais as suspeitas de irregularidades. Os parlamentares se perguntavam entre si: “qual o valor dos recursos que o secretário admitiu que o município deixou de arrecadar por causa do ‘esquecimento’ [prescrição] das cobranças nas gestões anteriores?”
Além disso, o secretário também não explicou os motivos que provocaram a demissão de dois funcionários por suspeitas de vazamentos de documentos e o cancelamento de várias senhas de acesso ao sistema tributário de servidores lotados na pasta? Ao final da reunião, Délcio tentou amenizar o efeito das denúncias afirmando que Lula Filho iria apresentar comprovantes mostrando a quitação de alguns débitos, mas deixou a sala sem explicar as informações contraditórias dos documentos por meio do qual o secretário de governo tentará justificar a quitação dos débitos?
CPI DA SONEGAÇÃO
A reunião aconteceu minutos antes da sessão ordinária, quando alguns vereadores subiram a tribuna para comentar as denúncias. Em função da gravidade dos fatos, os parlamentares que fazem oposição à gestão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT), já ensaiam a possibilidade de encaminhar à Mesa Diretora da Câmara Municipal uma proposta de criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas todas as denúncias que vieram a tona após essas baixas indevidas de débitos tributários das empresas ligadas ao secretário
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi

A prefeita de Rosário Irlahi  Moraes, está perseguindo a empresária Lidiane Oliveira, onde a prefeita mandou construir um muro simplesmente para os frequentadores do seu estabelecimento que fica localizado na praça em frente a prefeitura que pertence a prefeita Irlahi, não frequente o estabelecimento da empresária fechando a passagem  do estabelecimento para ninguém passar  onde a empresária  vende sorvete em frente  a praça um desrespeito para o próximo que trabalha justo.

A empresária rosariense que vende sorvete está trabalhando honestamente e justamente para sustentar sua família e a prefeita ditadora Irlahi, além de não proporcionar geração de emprego e renda na cidade  através do concurso público, fica perseguindo as pessoas onde dona do empreendimento já acionou a prefeita Irlahi, na justiça onde a prefeita  se valoriza de bem público que é da população para realiza ganhos próprios. 
A praça da prefeitura de Rosário foi construída com emenda federal de 500 mil reais onde esse val…

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Criança morre após negligência médica em Axixá

Uma  criança de   1 ano onze meses perdeu a vida na cidade de Axixá, após negligência médica a mãe Valeria Silva se deslocou até o hospital e Maternidade em Axixá nesta segunda-feira (19),   na busca de atendimento médico para seu filho que se chama Dierlison Ryan, a mãe estava desesperada quando chegou no hospital na hora ser atendida o médico de plantão olhou para criança e alegou que a criança estava era só com sono e para mãe não se preocupa, sendo que a criança estava chorando e mãe falou para o médico que seu filho estava sim passado mal mais médico voltou a dizer que era só sono uma omissão de socorro por parte do médico da cidade.
A mãe não foi atendida no hospital onde o profissional da saúde ser quer examinou a criança para ver se tinha algo a mãe acabou voltando para casa sem atendimento médico, com o seu filho quando chegou em sua casa a  criança não resistiu veio a óbito,  morrendo na casa em plena cama da mãe.

A prefeita de Axixá Sônia vem fazendo uma péssima gestão e se q…