Pular para o conteúdo principal

Enrolada: Justiça ouve aliada de Calvet Filho, Maura Jorge acusada de embolsar R$ 200 mil de funcionária fantasma.

Maura Jorge aliada de Calvet Filho está enrolada até o pescoço.
A Justiça estadual ouviu a aliada de Calvet Filho a  ex-prefeita de Lago da Pedra e pré-candidata ao Palácio dos Leões pelo Podemos, Maura Jorge, num processo sobre suposta funcionária fantasma lotada em seu gabinete, durante parte do período em que ela exerceu o mandato de deputada estadual, na Assembleia Legislativa do Maranhão. A audiência ocorreu na penúltima semana de fevereiro passado. Também foram ouvidas três testemunhas.
De autoria dos promotores João Leonardo Leal e Marcos Valentim Paixão, do Ministério Público do Maranhão, a ação de improbidade administrativa contra Maura Jorge corre na 1ª Vara da Fazenda Pública de São Luís desde agosto de 2009.
Maura Jorge é acusada de haver lotado, em seu gabinete na Assembleia Legislativa, por pouco mais de quatro anos, uma mulher identificada como Gessina Vieira, que seria sua empregada doméstica e de seus familiares.
Tudo, segundo o MP-MA, foi feito sem o conhecimento ou anuência da funcionária — que só teria descoberto o uso do nome pela então parlamentar ao comparecer a um posto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), para requerer aposentadoria.
De acordo com os autos, quase R$ 200 mil teriam sido embolsados por Maura por meio do esquema.
Além de nova oitiva com as testemunhas, para o próximo dia 15, em Lago da Pedra, foi determinada ainda que a Assembleia Legislativa, no prazo de 20 dias, forneça informação e documentos referentes à contratação, e informações sobre o pagamento dos servidores assessores parlamentares DANS-1, da Casa, no período em que a suposta funcionária fantasma esteve lotada no gabinete de Maura Jorge. Também devem ser encaminhados ao juízo os documentos relacionados aos envios de folha de pagamento ou ordem de pagamento para a instituição bancária que efetivava o pagamento dos respectivos salários, bem como os documentos probatórios da efetivação do pagamento pela instituição financeira do pagamento, em cujos documentos conste as assinaturas do recebedor dos vencimentos relacionado à Gessina Vieira. Acaso a Assembleia não tenha esses documentos em seus arquivos, deverá o Poder informar onde estes podem ser encontrados.

Um outro processo contra Maura Jorge sobre o mesmo caso, mas sob a acusação de peculato, foi julgado pela improcedência da denúncia, por unanimidade, pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão, em março de 2011. Ela foi absolvida sumariamente pelos desembargadores Raimundo Melo (relator), José Bernardo Rodrigues e Maria dos Remédios Buna.

Do Atual 7

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAGÉDIA: Funcionário Rosariense terceirizado da Cemar morre eletrocutado em poste na cidade de Axixá.

Tragédia marca o começo do final de semana de setembro na cidade de Axixá. Onde foi registrado um acidente fatal de trabalho, no povoado Ruy Vaz, que aconteceu por volta das 16h00min, na sexta-feira (1º) com um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para Cemar na cidade de Rosário, que resultou na morte de um jovem identificado como José Anderson. O acidente de trabalho interrompeu os sonhos do jovem que era morador da cidade de Rosário. Segundo informações, o funcionário realizava um trabalho em uma rede baixa tensão, quando por motivos ainda desconhecidos recebeu uma descarga elétrica, ainda no poste que executava o serviço. José Anderson, era funcionário da empresa terceirizada há apenas uma semana. O gestor regional da Cemar, Demerson, que atende a região do Munim e lençóis maranhense, falou a imprensa localque os procedimentos foram feitos após o acidente. Sendorealizado a descida da vítima, depois o corpo foi encaminhado em uma ambulância para o hospital do mun…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Três pessoas são presas durante megaoperação contra pedofilia em Rosário, São Luís e Paço do Lumiar

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), a operação ‘Luz na Infância’ que tem como objetivo apurar crimes de exploração sexual e pedofilia contra crianças e adolescentes. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís, Rosário e Paço do Lumiar. Três pessoas foram presas. Os alvos da operação foram identificados por meio de um levantamento de informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Com base nas informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, foi instaurado um inquérito policial que resultou nos mandados de busca e apreensão emitidos pelo Poder Judiciário. A operação visa apreender computadores e dispositivos onde estão armazenados conteúdos de pedofilia infantil. As investigações estão sendo realizadas há seis meses e a ação envolve 1.100 policiais. Em São Luís, no bairro Santa Cruz, foi preso o músico Oziel Franklin Estrela Gomes e o agente …