segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

18 mil candidatos terão de refazer prova de concurso para professor do Estado

Falta de energia elétrica no prédio da Faculdade do Maranhão inviabilizou a aplicação dos testes na manhã de ontem e provocou revolta. Foi marcado por muita confusão o concurso para cargo de professor permanente da Secretaria de Educação do Estado do Maranhão, cujas provas foram aplicadas na manhã de ontem em São Luís e no interior do estado. Mais de 75 mil candidatos compareceram aos locais de provas.

No entanto, 2.385 candidatos que fariam provas na Faculdade do Maranhão (Facam), no bairro Bequimão, para as áreas de Educação Física, Matemática e Química, foram surpreendidos com uma queda de energia no local, o que anulou o processo, causou revolta e até Boletins de Ocorrência foram registrados no Plantão Central do Bom Menino e em outras delegacias.

O número total de candidatos inscritos para estas opções é de 18.926, em todo o estado. O calendário do concurso para os 64.542 candidatos inscritos nas demais opções segue normalmente. conforme cronograma.

De acordo com a Fundação Sousândrade, o incidente na Facam ocorreu por causa de uma pane elétrica, que impediu a aplicação das provas. Todos os inscritos para as três modalidades serão convocados para provas objetivas em nova data, a ser divulgada posteriormente pela entidade.

Cemar emite nota sobre a falta de energia

A Cemar emitiu nota informando que a falta de energia elétrica na unidade consumidora da Facam aconteceu, provavelmente, em virtude de defeito em suas instalações elétricas internas, que é de responsabilidade da faculdade. E esclareceu que o fornecimento esteve e continua normal até o ponto de entrega (conexão com a subestação própria da faculdade). A companhia informou ainda que, após a repercussão do incidente na imprensa e nas redes sociais, enviou equipe de plantão imediatamente ao local, para verificar a possibilidade de contribuir com a resolução do problema, mas, no entanto, foi impedida de entrar para avaliar a situação da subestação própria daquela instituição.


Postar um comentário

Vereadores de Rosário se calam sobre suposto elefante Branco na BR- 402

A população de Rosário até agora não engoliu a obra meia boca do Portal da Cidade na  BR 402,  de mais de meio milhão de reais, uma obra ...