Pular para o conteúdo principal

Em Rosário: Unidade Regional da SES realizou capacitação sobre Leishmaniose Visceral para profissionais de saúde de Rosário, Santa Rita, Bacabeira e Barreirinhas



Gestor da Regional de Saúde de Rosário Willame Anceles
Uma importante reunião técnica sobre diagnóstico e tratamento das leishmanioses, com destaque para a do tipo visceral, mais conhecida como calazar e que é a forma mais grave, foi realizada em Rosário, nesta quarta-feira (19), das 08h00min até 13h00min, na escola municipal José Maria Macau. Participaram mais de 50 profissionais de saúde (de diferentes esferas administrativas), entre médicos, enfermeiros e coordenadores de vigilância epidemiológica e atenção primária, bem como demais profissionais dos municípios de Rosário, Santa Rita, Bacabeira e Barreirinhas.

A iniciativa foi do próprio gestor da Unidade Regional de Rosário de Saúde, o enfermeiro Willame Waquim Anceles, juntamente com Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças / Departamento de Controle Zoonoses / Serviço de Leishmanioses, após ficar constatado o aparecimento de casos nestes municípios, incluindo uma morte por Leishmaniose Viceral L.V. em Rosário.



De acordo com o gestor regional da SES, o objetivo é bem pontual e técnico. “O evento foi realizado para capacitar e atualizar o corpo técnico de profissionais de saúde, de todas as esferas administrativas que atuam nos municípios de Rosário, Santa Rita, Bacabeira e Barreirinhas, sobre aspectos epidemiológicos e clínicos da L.V., habilitando-os a atuar da maneira correta para que a população tenha o melhor atendimento profissional possível, levando em consideração que pela falta de informação é que, às vezes, muitas vidas são perdidas por causa da leishmaniose”, disse Willame.

O evento teve como palestrante principal a médica veterinária Dr. Munique que é coordenadora estadual de zoonoses e controle de leishmanioses da própria superintendência. Ela esclareceu todas as dúvidas dos profissionais com perfil para desenvolverem e/ou que estejam desenvolvendo ações de vigilância e controle das leishmanioses.

Médica veterinária Dr.Munique




A doença:

A leishmaniose é uma doença provocada pelos parasitas unicelulares do gênero Leishmania. Existem três tipos de leishmaniose: visceral, que ataca os órgãos internos, cutânea, que ataca a pele, e mucocutânea, que ataca as mucosas e a pele. É uma doença que acomete cães, roedores, animais silvestres e o homem.

A transmissão ocorre por meio da picada de insetos específicos (Lutzomyia longipalps) conhecidos no Brasil como mosquito-palha, birigui e outros. O contágio não é feito de pessoa para pessoa.

O período de incubação pode variar de dias a meses.

A leishmaniose visceral, também conhecida por calazar, tem um período de incubação de vários meses a vários anos. As leishmanias danificam órgãos como o baço e o fígado com aumento dos mesmos, além de causar danos na medula óssea. Os sintomas são: febre, tremores violentos, diarreia, suores, mal estar, fadiga, falta de apetite, perda de peso, anemia e palidez da pele e algumas vezes manifestações como úlceras e zonas de pele escura.

A leishmaniose cutânea é a forma mais comum de leishmaniose. É uma infecção de pele causada por um parasita unicelular, que dá origem a uma mancha vermelha ou um nódulo. Geralmente se manifesta duas a três semanas após a picada aparece uma pequena pápula (elevação da pele) avermelhada que vai aumentando de tamanho até formar uma ferida recoberta por crosta ou secreção purulenta. A doença também pode se manifestar como lesões inflamatórias

A leishmaniose mucocutânea é a mais temida forma de leishmaniose cutânea porque produz lesões destrutivas das mucosas e cartilagens, ocorre a partir de uma lesão cutânea inicial, os parasitas podem se disseminar pela mucosa da boca ou do nariz. Em alguns pacientes, esse tipo de leishmaniose pode levar a desfiguração facial.

O diagnóstico é realizado pela observação direta microscópica dos parasitas em amostras de linfa, sanguíneas ou de biopsias de baço.

Ao aparecerem os primeiros sintomas, principalmente se a pessoa estiver exposta aos locais de risco, convivendo com cães e entulhos aos arredores, é necessário procurar a unidade de saúde mais próxima para a realização do exame laboratorial. O tratamento é feito gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Sua detecção e tratamento precoce devem ser prioritários, pois ela pode levar à morte.

No entanto, a orientação fundamental é focada na prevenção, para diminuir o risco de contrair a doença. Como principal maneira, é apontada a limpeza dos locais abertos públicos e privados evitando a formações de pequenos lixões, descartando de forma adequada todos os tipos de lixos. Além disso, o uso de repelentes, roupas adequadas, uso mosquiteiros, colocação de telas e tudo que possa evitar a picada do mosquito. O Ministério da Saúde determina que animais infectados sejam sacrificados. Mas existem formas de prevenção, especialmente, para cães, através da vacina.


Por Renato Waquim

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeita de Rosário fica desesperada com 10 mil pessoas em caminhada e agride Willame Anceles.( Veja os Vídeos)

O gestor da Regional de saúde de Rosário Willame Anceles,  mostra força e Arrasta  uma multidão nesta tarde de quinta-feira 20,  em apoio aos candidatos, o deputado estadual Hélio Soares e o candidato a deputado federal  Josimar de Maranhãozinho. Cerca de   10 mil pessoas participaram da grande caminhada que começou as 17 horas na Praça do Coqueiro e tomou conta das ruas de Rosário.





A população rosariense abraçou os candidatos do ex-vereador Willame Anceles, e a população rosariense  foram em peso para  caminhada, deixando a prefeita de Rosário Irlahi Moares, descontrolada e desesperada, partindo para cima dos moradores  da Cidade Nova, querendo barrar o ônibus que iria para grande  caminhada de Hélio Soares candidato a deputado estadual  e Josimar candidato deputado federal.


A parti triste da tarde foi  a prefeita  Irlahi, que  agrediu o ex-vereador Willame Anceles,  onde rasgou a sua camisa toda  em um ato de fúria descontrolada.  A gestora  desesperada Irlahi, acabou levando  vaias d…

Prefeita de Rosário compra caixões para enterrar toda a população da cidade

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, não  investe na saúde da cidade onde no hospital SESP não tem uma agulha e agora a gestora  pretende  enterrar toda população da cidade literalmente lançando um mau agouro aos Rosariense.
De acordo como mostra o contrato  a prefeita Irlahi, determinou a compra de mais de R$ 280 mil em caixões para defunto,  com a fornecedora Deusimar R. Ferreira, nome de fantasia Pax Nossa Senhora do Rosário. O caso deve gera polêmica e revolta onde a prefeita Irlahi pretende enterrar toda a população como mostra o contrato com a fornecedora.
O caso é parecido com o da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ficou famosa com o título de prefeita ostentação. Lidiane foi condenada por gastar R$ 130 mil em urnas funerárias… Veja o contrato abaixo:


Prefeitura de Rosário serve duas espigas de milho cruas para alunos em escola.

Os pais de alunos da escola municipal Maria da Mercês  Teixeira localizada no bairro Cidade Nova em Rosário, estão revoltados com a prefeita Irlahi Moraes, vários país  entraram em contato com o blog para denunciar que as crianças  da escola municipal  estão lanchando duas espigas  de milho onde muitas crianças ficam com fome.

A revolta do país é tão grande que as espigas de  milho até cruas estão sendo servidas na escola da rede municipal  de Rosário "Isso é uma vergonha uma maldade para com as crianças que estão passando fome na escola, como pode se servir duas espigas de milhos cruas para um criança que precisa  de uma merenda adequada de qualidade isso é uma vergonha um desrespeito" desabafa uma mãe ao blog .

A mãe que denunciou esse desrespeito da prefeita Irlahi mandou um vídeo que está rolando nas redes Sociais de uma outra mãe que está  revoltada para mostrar a veracidade do desrespeito que está acontecendo na escola Municipal Maria Mercês Teixeira.
A merenda tem que se…