segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Vereadores de Rosário se calam sobre suposto elefante Branco na BR- 402

A população de Rosário até agora não engoliu a obra meia boca do Portal da Cidade na  BR 402,  de mais de meio milhão de reais, uma obra que demonstra  ser um grande elefante branco.

Os 13 vereadores da cidade de Rosário,  ainda não se posicionaram se vão  fiscalizar a obra do Portal da cidade, se houve irregularidades  cometidas pela  prefeita de Rosário, onde o que se ver  é que os   valores não foram aplicados corretamente pela empresa Consterra na obra do portal, que está sendo feito as presas também a vista da população não corresponde os valores de mais de meio milhão de reais.

A situação que o "Portal Meia Boca", ganhou destaque em vários blogs da Região Metropolitana de São Luís veja aquiveja aqui. O Ministério Publico Federal e os vereadores tem quer investigar se o recurso federal foi aplicado corretamente, onde cabe até a cassação da prefeita de Rosário se casou ocorreu superfaturamento da obra do portal,  que tudo indica pode ter ocorrido.

A prefeita de Rosário irlahi, ainda destacou em entrevista para  portal MA+,  que os recursos de mais de meio milhão de reais  para construção do Portal eram poucos.
Valores cronograma-físico  chamam atenção de coisas que não existe como aplicada pavimentação\pisos no valor valor de mais de 100 mil reais.e a infraestrutura e superestrura que chega quase 200 mil reais .


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Com a saúde um caos, Irlahi começa a construção do Portal meia Boca da cidade de Rosário de mais de meio milhão de reais na BR 402..

A prefeita Irlahi esconde o valor da obra de mais de meio Milhão do Portal da cidade de Rosário

Com a saúde da cidade de Rosário, um caos, onde  a prefeita de  Rosário Irlahi Moraes, não investe um agulha no hospital SESP, que está completamente sem medicamentos. A  gestora  Irlahi, começou uma grande polêmica na cidade  que acabou gerando  muita revolta da população  através de uma obra meia boca do Portal da Cidade,  que custa  mais de meio milhão que começou a ser construído nesta terça-feira (4) na BR 402,  um em Sapucaia e outro na Prata depois da ponte.
População de Rosário não gostou da obra meia boca de mais de meio milhão 

blogueiro Jerfferson de Jesus  do governo Irlahi  fez uma propaganda enganosa para população Rosariense 


A empresa vencedora da licitação para realização da obra do portal na entrada e saída da cidade, no valor de R$ 612.792,60 (seiscentos e doze mil setecentos e noventa e dois reais e sessenta centavos). A empresa contratada foi a CONSTERRA EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA. De acordo com o Portal da Transparência, os recursos são oriundos de um convênio,  firmado entre o Governo Federal, através do Ministério do Turismo e a Prefeitura Municipal de Rosário, no ano de 2013. Com a proximidade do fim da vigência (ver foto), cerca de 80% dos valores  já foram   repassados, tendo em vista que a última atualização de Portal da Transparência sobre Rosário.

A obra do "Portal da Cidade de Rosário" que está sendo realizada na BR-402, não corresponde a o valor de mais  meio milhão, onde se fosse para  gastar com uma obra meia boca dessa, era melhor investir na área da saúde e  no hospital SESP, que está abandonado pela gestora Irlahi.






.


terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Polícia prende bandidos envolvidos em assalto em agência bancária em Bacabal

A Polícia Militar prendeu, na noite de segunda-feira (3), treze homens suspeitos de envolvimento com a quadrilha que assaltou o Banco do Brasil em 25 de novembro em Bacabal. Ainda segundo a polícia, três suspeitos morreram e três ficaram feridos durante a ação policial no município de Santa Luzia do Paruá.

De acordo com a polícia, os suspeitos estavam em uma carreta com parte do dinheiro roubado do banco de Bacabal e seguiam para Santa Luzia do Paruá, onde foram abordados pelos policiais. Inicialmente o motorista era tratado como vítima, mas após depoimento dos assaltantes, os policiais o colocaram como integrante do grupo criminoso.
Ainda segundo a polícia, houve troca de tiros na ação e os suspeitos afirmaram que iriam resgatar parte do bando que participou do ataque em Bacabal.

Durante a prisão, a polícia apreendeu armas e munições que estavam em poder dos criminosos, além de malotes com cédulas que os policiais acreditam pertencer à agência do Bando do Brasil de Bacabal. Não foi divulgado o valor recuperado. Foram apreendidas 11 fuzis, duas metralhadoras calibre .50 (artilharia anti-aérea), duas pistolas e coletes. Os policiais acreditam que este arsenal é alugado de outros bandidos.



Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Zé Doca. Eles serão transferidos ainda nesta terça-feira (4) para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Assalto em Bacabal
No último dia 25 de novembro uma quadrilha assaltou uma agência bancária na cidade de Bacabal. Na ocasião, a quadrilha trocou tiros com policiais, incendiou viaturas e pode ter conseguido roubar cerca de R$ 100 milhões do local. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) acredita que o grupo criminoso que invadiu a cidade era composto por, pelo menos, 30 integrantes, e que alguns assaltantes ainda estão escondidos na região. A polícia segue com bloqueios em Bacabal e cidades vizinhas. pessoas foram flagradas recolhendo dinheiro. Entre elas, estava o policial.
Ainda de acordo com a polícia, desse montante, R$ 3, 7 milhões já foram recuperados. Após a explosão do banco, pessoas foram flagradas recolhendo dinheiro. Entre elas, estava o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar da própria cidade de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Na tarde do dia 27 de novembro, após prestar esclarecimentos o policial militar foi liberado e vai responder em liberdade.

Por Neto Ferreira.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

MPE pede desaprovação das contas de Bira do Pindaré e devolução de recursos

Ele é acusado de aplicar indevidamente R$ 67,2 mil do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. PRE diz que sequer há garantia de que valor tenha sido recebido por supostos panfleteiros

O Ministério Público Eleitoral (MPE) no Maranhão pediu a desaprovação das contas do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), relativas à arrecadação e aplicação de recursos financeiros na campanha eleitoral de 2018. Ele foi eleito deputado federal, com 99.598 votos.
Segundo parecer assinado pelo procurador Regional Eleitoral, Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco, relatório da Coordenadoria de Controle Interno e Auditoria (COCIN) da Justiça Eleitoral, produzido após a realização de diligências específicas para a complementação dos dados ou para o saneamento das falhas apresentadas nas contas de Bira, aponta para a existência de pelo menos cinco irregularidades — baixe a íntegra.
Dentre elas, porém, pelo uma, de pagamento de despesas com recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), não pode ser tratada como mera irregularidade formal, pois viola o disposto no artigo 40 da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) n.º 23.553/2017.
Pelo resolução, gastos eleitorais de natureza financeira só podem ser efetuados por meio de cheque nominal, transparência bancária que identifique o CPF ou CNPJ do beneficiário ou débito em conta. Bira do Pindaré, porém, aponta a análise na prestação de contas do socialista, empregou exatos R$ 67.236,50 — dos R$ 528.370,00 gastos em sua campanha — a supostos prestadores de serviço de bandeiraço, panfletagem e divulgação de sua candidatura à Câmara dos Deputados em favor de apenas uma única pessoa, identificada como Thaynara Gomes Oliveira.
“O procedimento adotado, evidentemente, não foi correto. Se o serviço foi prestado pelos panfleteiros, os pagamentos deveriam ter sido efetuados diretamente a eles e não por meio de um intermediário. O prestador poderia ter optado cheques ou transferência bancária com identificação do CPF dos beneficiários também era uma hipótese admitida pelas normas aplicáveis”, destaca o MPE na manifestação.

Além disso, ainda segundo a resolução do TSE, para o pagamento de despesas de pequeno vulto, o candidato pode constituir um Fundo de Caixa (reserva de dinheiro), desde que observe o saldo máximo de 2% (dois por cento) dos gastos contratados, o que não foi o caso de Bira, cujo gastos com os supostos bandeiraços chegam a mais de 12% de sua arrecadação.
“Essa irregularidade por si só é grave o bastante para afetar a confiabilidade das contas, na medida em que impede a verificação, dentro dos parâmetros de segurança impostos pela legislação eleitoral. (...) A partir do momento em que o candidato utiliza um ‘intermediário’ para realizar seus gastos, ainda mais em grande monta como é o caso dos autos, burla a exigência legal e impede a sua finalidade. Não há sequer garantia de que os supostos panfleteiros, reais prestadores do serviço, tenham recebido o valor sacado da conta de campanha”, destaca o procurador Regional Eleitoral.
Além da desaprovação das contas, em razão do uso indevido de recursos do FEFC, o Ministério Público Eleitoral pede ainda que Bira do Pindaré seja condenado a devolver ao Tesouro Nacional o dinheiro pago irregularmente à Thaynara Gomes Oliveira, no prazo de cinco dias, após trânsito em julgado.
O pedido do MPE foi feito no último dia 29 e ainda não foi julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão. O relator é o juiz Eduardo José Leal Moreira. Em tese, caso as contas de Bira do Pindaré sejam desaprovadas, ele não poderá ser diplomado.

Do Atual 7

domingo, 2 de dezembro de 2018

Moradores dormem em UBS de Periz de Baixo para conseguir atendimento médico.

A saúde da cidade de Bacabeira está igual a da cidade de  Rosário, um grande caos. Os pacientes da cidade de  Bacabeira, estão sofrendo nas mãos dos Gonçalos , onde os moradores de Bacabeira, estão passando a noite dormindo no chão do lado de fora  da Unidade Básica de Saúde Francisco Martins de Sousa em Periz Baixo, na busca por uma consulta  com  médico ortopedista do município , onde a secretária de Saúde do Município, proporcionar poucas senhas, e muitos pacientes acabam indo embora sem atendimento. 
Paciente de Bacabeira dormindo no chão de fora da UBS Francisco Martins de Sousa em Periz de Baixo


Segundo denuncias de vários moradores que estão passando por esse sofrimento,  a secretária de Saúde do Município de Bacabeira,   não está  disponibilizando o carro da saúde da PSF, para buscar os pacientes que tem lesões graves para realizar o tratamento e a consulta  com ortopedista,  e os paciente acabam indo andando de muleta correndo risco de agravar suas lesões .

O blog recebeu fotos de pacientes  dormindo no chão  do lado de fora  da UBS de Periz de  Baixo,e muitos dormindo nos bancos da Unidade Básica de Saúde, um desrespeito grande para com a população,  que fica  no chão frio nas busca por atendimento médico.




quarta-feira, 28 de novembro de 2018

UBS da Cidade Nova do governo federal será mais uma que ficará abandonada pela prefeita de Rosário.

A UBS da Cidade Nova do governo federal   ficará como um jarro só de enfeite pelo governo Irlahi
Mais uma obra do governo federal que foi entregue para a população rosariense e  para prefeita Irlahi Moraes, deixar jogada sem medicamentos e sem atendimento médico,  que trata-se da UBS da Cidade Nova, que foi inaugurada na manhã desta terça-feira 27.

Em Rosário,   são 10 Unidades Básicas de Saúde,  que foram entregues pelo governo federal para prefeita  Irlahi,  só tomar de conta,   coisa que a gestora não faz que  é  só para botar mão de obra humana e medicamentos,  para servir a população.

Hospital SESP abandonado e Governo repassa recursos do convênio milionário com a clínica da prefeita de Rosário.

Em Rosário: Prefeita Irlahi é cobrada em sua rede social "Facebook" sobre a falta de médicos na UBS da Ivar Saldanha e moradora do bairro da Malvinas denuncia ao blog a falta de atendimento no hospital SESP.

Bebê morre na barriga da mãe por conta de negligência médica no hospital SESP e na Clínica da prefeita de Rosário

Criança Rosariense quase perde a vida por conta de Negligência no hospital SESP, que não tem sequer medicamentos.

Depois de alguns dias a UBS da Cidade Nova,  ficará jogada  como um jarro de enfeite, como as nove entregues deixada pelo governo federal para prefeita Irlahi, onde a gestora  não bota medicamentos nas UBS,  que ficam largadas e abandonadas como o hospital SESP, que não tem uma agulha.

A população já está careca de saber que a prefeita Irlahi, não investe uma agulha nas UBS e no hosptal SESP, onde a gestora leva todo o investimento da saúde para sua clínica.

sábado, 24 de novembro de 2018

Prefeita Irlahi começa realizar demissões em massa de rosarienses para empregar aliados e amigos de Bacabeira e Paço do Lumiar

Prefeita Rosário  Irahi Moraes mostra que não tem coração e deixa seus aliados sofrendo 
A prefeita de Rosário Irlahi Moraes,  começou a realizar demissões em massa de contratados rosarienses em todas as áreas do seu governo, segundo fontes a gestora está  dando empregos para pessoas de fora do município através de indicação politica, amizade e deixando os rosarienses que lhe apoiaram  de fora do seu governo desempregados.

- Irlahi Moraes estava, competindo no prêmio prefeito empreendedor realizado pelo Sebrae,  mas como a prefeita pode ser uma empreendedora que não realiza concurso publico para gera emprego e renda para cidade,  e ainda  manda exonerar contratados rosarienses perto do Natal e do Ano Novo,  para dar oportunidade para forasteiros de fora do município que sequer conhece realidade da cidade.A gestora esta diminuindo salários, benefícios de alguns contratados  e realizando demissões para compensar os gastos milionários que teve apoiando seus candidatos nas eleições de 2018, o seu sobrinho por debaixo dos panos  o vereador e ex-candidato a deputado estadual Jonas Magno, que não se elegeu e seu deputado federal João Marcelo. A gestora sem respeitar os contratados  ainda fala na cara dos contratados que tiverem seus salários e benefícios diminuído para quem quiser sair a porta de saída está bem na frente.    


A área da saúde e  a educação está cheia de pessoas da cidades de Paço do Lumiar e de Bacabeira,  onde a gestora firmou um contrato com o ex-prefeito de Baceira Venancinho para empregar seus aliados e amigos  na prefeitura, que apoiaram  o seu candidato a deputado federal João Marcelo, esse apoio vem causando demissões em massa de moradores de Rosário para contratar aliados de Venancinho da cidade de Bacabeira. 


quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Saúde de Rosário um caos e vereadores calados vendo a população sofrer

Os vereadores são a voz da prefeita de Rosário e abandonaram a população os  vereadores Carlos do Remédio , Brandão , Neco , Sandro Marinho , Jonas Magno , Anselmo Bruno , Ademar do Sindicato, Hamilton Salomão , Jardson Rocha , Gilvan Mocidade , Rachid Sauaia , Machado e o presidente da Câmara Kiko permanecem calados vendo a população sofre com o caos na saúde
Os 13 vereadores de Rosário , estão fechando os olhos sobre o caos que se encontra a saúde pública municipal da cidade .

A situação de calamidade na saúde pode ser vista e a população de Rosário, está sofrendo com o caos, neste mês de Novembro um homem foi levado de carroça para o hospital por falta de ambulância na cidade, e vários outros casos são abafados pela Secretária Municipal de Saúde e pela prefeita .


 Vereadores omissos que não representam a população vereadores Pedrosa Néco, Jonas Magno, Rachid  Sauaia, Anselmo Bruno e Machado.

Em menos de 24 horas da publicação do homem sendo levado por uma carroça por falta ambulância no hospital SESP, uma mulher preste a dá a luz na clínica da prefeita Irlahi, precisava com urgência a ser deslocada por falta de médico no local , mas não tinha uma ambulância na cidade, para deslocar a mãe para dá a luz em um hospital  na cidade de São Luís.

Vídeo: Homem é levado em carroça para hospital por falta de ambulância em Rosário

Outro caso forte que chocou a população rosariense,  foi ato de negligência no hospital SESP, onde uma   criança quase perdeu a vida por erros médicos,  que alegavam que a criança não tinha nada, mais após uma  uma bateria de exames no hospital em São Luís, foi constatado que a criança estava com pneumonia.

Criança Rosariense quase perde a vida por conta de Negligência no hospital SESP, que não tem sequer medicamentos.

A prefeita Irlahi Moraes e a  Secretária de Saúde do município, junto com os  vereadores,  sabem que a pneumonia mata que é uma doença infecciosa que mais mata no Brasil,   e todos permanecem calados vendo a população sofrer com o caos na saúde .

Os vereadores Carlos do Remédio , Brandão , Pedrosa Necó , Sandro Marinho , Jonas Magno , Anselmo Bruno , Ademar do Sindicato , Jardson Rocha , Hamilton Salomão,  Gilvan Mocidade , Rachid Sauaia , Machado Moraes e o presidente da Câmara Kiko ,permanecem todos caladinhos vendo a população rosariense sofrer com o caos na saúde, e não mostram interesse de lutar pela população,  justamente porque todos os vereadores  tem vários empregos na prefeitura de Rosário, ocupados por amigos e familiares e todos tem rabo  preso  e tem medo de cobrar e fiscalizar a prefeita.


Criança Rosariense quase perde a vida por conta de Negligência no hospital SESP, que não tem sequer medicamentos.

Um morador rosariense por nome Gustavo Oliveira,  desabafou na rede social facebook, toda sua tristeza e indignação com a saúde da cidade de Rosário,  que está um caos e com o hospital SESP, da cidade que não tem medicamentos.

O jovem pai rosarense publicou na rede social   a negligência médica,  onde seu filho estava fazendo quase 1 mês doente, e o jovem pai levando seu filho para hospital da cidade, e o médicos apenas aplicando injeções, dizendo que o seu filho não tinha nada, todos os dias o filho do Jovem Gustavo Oliveira, estava dando febre, e os médicos do hospital SESP, mal olhavam para criança e dizia que a criança estava só com febre.O médico do hospital estava passando um remédio  e mandava aplicar injeções e o jovem desesperado junto com sua família já não sabiam o que fazer, gastaram até o que não tinha para salvar o filho, e no hospital da cidade de Rosário, os médicos só mandavam nebulizar a criança sem saber de fato o que ela tinha.

"Tivemos que usar o nebulizador do meu filho e comprar medicamentos porque  no hospital não tinha e esperávamos a boa vontade do médicos para atender meu filho " denuncia o pai Rosariense.

A família do jovem  pai guerreiro Gustavo decidiram juntos com pai, levar a criança que estava com uma febre 37° graus,    para o hospital da Criança em São Luís,  onde através de uma bateria de exames foi constatado que a criança estava com "Pneumonia", e em Rosário o médico do Hospital SESP, alegava que a criança está apenas com febre.Só para informar  a prefeita Irlahi,  a Pneumonia é a doença infecciosa  que mais mata no Brasil, ela ataca principalmente organismos mais suscetíveis de crianças menores de 5 anos e idosos com mais de 65 anos. 

Um caso de negligência médica por parte do médico no SESP e caso de omissão da prefeita Irlahi,  que não investe na saúde da cidade, onde  vem pondo em risco a vida de rosarienses.E os vereadores da cidade continuam calados protegendo a chefe do poder executivo. 


desabafo  e tristeza do Pai rosariense 


Veja o texto do desabafo triste  do pai rosariense  na íntegra: :

Eu fico triste ver o hospital da nossa cidade de Rosário do jeito que está, não tem nada.
Hoje meu filho está fazendo quase 1 mês doente, eu indo naquele hospital, eles apenas aplicando injeção, dizendo que meu filho não tinha nada, todos os dias meu filho dando febre, quando ele era atendido, o médico mal olhava ele, só via ele com febre, na situação que estava, e passava um remédio, e mandava aplicar uma injeção, eu e minha família já não sabia mais o que fazer, gastamos até o que não tinhamos, e várias vezes cheguei lá, eles mandavam nebolizar, tivemos que usar o nebolizador do meu filho, e toda a medicação porque lá não tinha, como que pode isso? Cheguei comprar termômetro e levar pra medir a temperatura do meu filho, porque lá não tinha, e pra piorar teve médico que chegou atender meu filho, fazia pergunta e cochilava,  tivemos que esperar a boa vontade dos médicos nos atender, isso é, quando tinha, ainda dizia, de novo essa criança? Como que pode isso? Isso e uma falta de respeito pra nós rosariense, isso e um absurdo. 
Daí decidimos levá-lo para o hospital da criança nessa segunda feira, chegando lá, a febre estava 37°, foi logo atendido, feito todos os exames, raio x, deram remédio para febre, aplicaram soro, e em seguida ficamos esperando o resultado, e o que deu, sabe o que? PNEUMONIA, POIS E, DEU ISSO, MAIS LA EM ROSARIO, ELES DIZIAM QUE MEU FILHO NAO TINHA NADA, O MEDICO DISSE, SE PASSASSE MAIS UNS DIAS, TERIA ACONTECIDO O PIOR, MAS DEUS E MAIS, LOGO LOGO MEU FILHO ESTARA DE VOLTA E COM SAÚDE, DEUS SABE DE TODAS AS COISAS, EU AINDA VEJO GENTE GLORIFICANDO ESSE HOSPITAL, NA VERDADE, VEJO PESSOAS GLORIFICANDO NOSSA ROSARIO, É UMA PENA VER NOSSA ROSARIO NESSA SITUAÇÃO, PESSOAS RESPONSAVEIS POR TUDO ISSO, DEVERIA TER AMOR E RESPEITO POR NÓS ROSARIENSES, QUE TEMOS QUE SAIR DA NOSSA CIDADE, PRA IRMOS PRA OUTRA, SE NAO QUISER MORRER, um grande abraço!

OBSERVAÇÃO: ESTA FOTO JA É NO HOSPITAL DA CRIANÇA, E NAO NO HOSPITAL DE ROSÁRIO!

terça-feira, 20 de novembro de 2018

Vídeo: Homem é levado em carroça para hospital por falta de ambulância em Rosário

A saúde da cidade de Rosário está um caos a prefeita Irlahi Moraes, não investe uma agulha na saúde e os vereadores ficam calado vendo tudo. O morador rosariense conhecido por Soco foi levado nesta segunda-feira 19, para o hospital SESP,  em uma  carroça justamente porque a ambulância da cidade está quebrada e não poderia buscar  o paciente que estava passando mal. 

Segundo denuncias de moradores de Rosário, que enviaram vários videos e estão revoltados, os  familiares do senhor Soco foram no hospital  SESP,  na busca por uma ambulância para buscar senhor Soco que estava passado mau,  mas os funcionários do hospital SESP, falaram que a ambulância se encontrava no prego. O morador teve que ser levado as pressas de carroça para o hospital e acabou desmaiando na carroça. 

Os moradores de Rosário continuam sofrendo com a saúde que está um caos na cidade, e a prefeita Irlahi, não investe uma agulha na saúde.

Irlahi cria projeto para ampliar a cobrança da taxa de iluminação pública que foi rejeitado provisoriamente por parte Câmara de Rosário..

Prefeita de Rosário tenta aumentar a qualquer custo a taxa de iluminação pública na cidade.
A prefeita de Rosário Irlahi Moraes, tentou a aprovação do projeto para aumento da taxa de iluminação pública para ser aprovado na Câmara de Rosário nesta segunda-feira (19), que não teve sucesso ainda .

Os moradores de vários bairros de Rosário, vivem com várias ruas às escuras, onde o poder público municipal sequer bota luz nos postes para segurança dos moradores e agora faz um projeto para ampliar a taxa de Iluminação pública para a população de Rosário, desembolsar mais dinheiro com impostos abusivos .


Segundo o projeto de lei Nº 008 de 12 de novembro de 2018. Dispõe sobre a legislação referente à contribuição para custeio do serviço de iluminação pública CIP do município de Rosário, prevista no artigo, 149-A da constituição da república federativa do brasil e dá outras providências. 

A proposta foi rejeitada em primeira discussão, na sessão desta segunda, com votos contrários ao projeto de lei dos vereadores: Brandão, Carlos do Remédio, Ademar do Sindicato, Hamilton Filho, Gilvan da Mocidade, Sandro Marinho e Rachid. Os vereadores Jonas Magno, Machado e Jadson estiveram ausentes, ambos se justificaram. Houve abestação dos parlamentares Pedrosa Necó e Anselmo Bruno que preferiram ficar em cima do muro .


O presidente da casa, Luiz Carlos, o Kiko não vota, pois no regimento interno diz expressamente que ele só vota em caso de matéria disposta a 2/3 e em caso de empate em qualquer votação, e em eleição de mesa.

Segundo fontes a prefeita de Rosário, ainda não desistiu pela  aprovação do projeto do aumento da taxa de iluminação irá buscar recursos para virá a cabeça dos vereadores para que o projeto seja  aprovado pela câmara. 

É bom a população Rosariense abrir olhos porque os vereadores de Rosário, podem trair a população em troca de empregos e regalias na prefeitura, e a população pode pagar uma taxa abusiva de iluminação pública .


segunda-feira, 19 de novembro de 2018

CGU integra ação que impede escritórios de advocacia de receber R$ 20 bilhões do Fundef

Superintendente Leylane da Silva (de vermelho) com representantes de órgãos da Rede de Controle
A Rede de Controle da Gestão Pública do Estado do Maranhão, da qual o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) é órgão integrante, impediu que quase R$ 20 bilhões em recursos oriundos de precatórios do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), substituído pelo Fundeb, fossem desviados para o pagamento de honorários advocatícios. 
O trabalho articulado da Rede teve início em 2017, com a identificação de, aproximadamente, 180 contratos entre municípios maranhenses e três escritórios de advocacia, para recebimento de diferenças do Fundef não repassadas entre 1998 e 2006. Os contratos foram celebrados sem o devido processo licitatório e os honorários contratuais foram estipulados, na sua maioria, em 20% dos valores a receber. O objetivo era dar cumprimento à sentença da Ação Civil Pública nº 1999.61.00.050616-0, proferida pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). 
Com vistas a impedir a execução desses contratos e correspondentes pagamentos, o Ministério Público de Contas (MPC/MA) entrou com medidas cautelares junto ao Tribunal de Contas (TCE-MA). Também foi protocolada representação de órgãos da Rede de Controle no Tribunal de Contas da União (TCU), a partir da qual foi proferido o Acórdão nº 1824/2017-Plenário, com parecer favorável. 
Para instrução das referidas ações judiciais, a Unidade Regional da CGU do Maranhão elaborou duas notas técnicas referentes à análise das irregularidades nas contratações e ao montante estimado do pagamento dos honorários por todos os municípios do Estado, o que evidenciou que os valores que seriam destinados aos advogados poderiam alcançar R$ 1,5 bilhão.
No dia 10 de outubro de 2018, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) sentenciou, em decisão irrecorrível do Recurso Especial (REsp) nº 1.703.697/PE (2017/0113783-4), que precatórios do Fundef devidos pela União a municípios não podem ser destinados ao pagamento de honorários advocatícios.

Prefeita Fernanda demite Secretária de Educação e começa “batalha” entre Gonçalos e Calvet’s em Bacabeira

O que parecia ser apenas uma previsão se tornou um fato. Como dito antes, parece que as rusgas entre a família Calvet e os Gonçalos chegaram as vias de fato, no que tange acordos políticos. Logo após uma acachapante derrota para a filha de Reinaldo Calvet (ex-prefeito de Bacabeira), Fernanda parece ter começado uma “Caça às Bruxas” sobre os aliados que não apoiaram seus candidatos derrotados nas eleições do dia 07/10.
Secretários e funcionários que não apoiaram a prefeita nas eleições, hoje estão lamentando seus empregos e a que mais vai dar dores de cabeças para os Gonçalos é, de longe, a Exoneração da esposa de Calvet, Olga dos Santos Calvet. Esta, que no começo do mandato de Fernanda, rasgou elogios ao ser nomeada Secretaria de Educação, terá que aguentar o revés de seu desligamento.
AdiExoneração divulgada pela prefeitura

Segundo informações de amigos próximos de Calvet haviam lidado conselhos quanto a fazer alianças políticas com Hilton Gonçalo e que acabaria exatamente como estar no momento atual. Embora Reinaldo esteja hoje lamentando os acordos quebrados, parece que Hilton colocou uma “velha raposa para vigiar seu quintal”.
Em suposta conversa entre os dois no WhatsApp, Calvet teria se irritado com uma matéria divulgada em blogs ligados a Dr. Hilton. E Hilton por sua vez havia dito que não aceitaria as “agressões a todo momento”.
Parece que com a exoneração de Olga foi cortado o cordão umbilical que ligava Calvet’s e Gonçalos. Como não podia faltar, em seu Facebook, Calvet postou uma mensagem cobrando explicações da Câmara para os gastos de mais de 24 milhões (FUNDEB) com funcionários da Educação sabendo que a maioria dos profissionais ganham apenas um salário mínimo.
Embora Hilton Gonçalo tenha divulgado nos meios de Comunicação do Maranhão inteiro que ele seria uma grande liderança política, bom articulador e que seria candidato ao Governo ou Senado, não parece ser bem isso que suas atitudes dizem, pois, desfazer aliança com o único líder político que estava ao seu lado, em campanha municipal, não nos parece ser uma atitude muito inteligente.

Postagem de Reinaldo Calvet no Facebook

Como todos sabem, Calvet não é o político mais ortodoxo que existe na terra e com certeza não vai deixar barato as “traições” dos Gonçalos. O que vai acontecer daqui pra frente, só o futuro dirá.


Por Rony Cardoso

domingo, 18 de novembro de 2018

O menino João Miguel que teve 70% do corpo queimado em uma carvoaria, já esta em Goiânia.

O menino João Miguel, que teve 70% do corpo queimado em uma carvoaria, em Buriticupu, já está no Hospital de Queimaduras, localizado no Setor Oeste de  Goiânia, referência no tratamento de queimados.
Antes de ser transferido, o menino precisou amputar a ponta dos dedos, ainda no Hospital Infantil de Imperatriz.
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está fazendo todo o custeio do tratamento. João Miguel também receberá todo o auxílio pelo Tratamento Fora de Domicílio (TFD).
Pelas redes sociais, o secretário Carlos Lula, anunciou a chegada do menino em Goiânia. “Nosso pequeno João Miguel chegando ao Hospital em Goiânia onde será recebido por uma equipe multidisciplinar para o tratamento das queimaduras que sofreu. Reforço os agradecimentos às equipes do transporte aéreo e aos profissionais que cuidarão dele daqui em diante”, disse Lula.
Solidariedade de quem mora em Goiânia
Ao tomarem conhecimento da transferência do menino João Miguel para a capital de Goiás, algumas pessoas entraram em contato com o blog para solicitar o contato de parentes, pois estão se colocando à disposição para ajudar. Passamos o contato da tia do menino, Eliane Costa, que estava permanentemente no Hospital Infantil de Imperatriz.
Uma dessas pessoas disse que vai ao hospital de Goiânia neste domingo (18) para tentar contato com parentes e passar a ajudar no que for necessário.

sábado, 17 de novembro de 2018

Vereadora Kellyane Calvet cresce em Bacabeira, e irá enfrentar a prefeita Fernanda Gonçalo nas eleições de 2020.

Vereadora Kellyane Calvet e a Prefeita de Bacabeira Fernanda Gonçalo  se preparam para eleições de 2020 descrita como a batalha que irá entra para história da cidade de Bacabeira.
Já não dá para esconder nas entre linhas da política da cidade de Bacabeira, que a prefeita Fernanda Gonçalo, está caminhando forte para enfrentar a vereadora Kellyane Calvet nas eleições de 2020.

Os aliados dos  Gonçalos já estão descrevendo,  que as eleições municipais de 2020, serão as  mais  difíceis  que o grupo dos Gonçalos já enfrentaram.

-  Kellyane Calvet obteve um grande crescimento na cidade de Bacabeira,  segundo os aliados da gestora Fernanda,  isso incomodou os Gonçalos, de fato que demostraram um  total desespero demitindo os aliados da vereadora  no governo,  e dessa  forma demostraram  para a população de Bacabeira, que a vereadora Kellyane Calvet, cresceu e trouxe  medo ao grupo da prefeita.

Só relembrando que a ex- candidata a deputada estadual e vereadora Kellyane Calvet, bateu no candidato dos Gonçalos ,dentro da cidade obtendo uma votação de 2.070 votos.



SUSPEITO DE TRÁFICO É PRESO PELA PM EM SÃO SIMÃO, ROSÁRIO...

Em ação policial do 27º BPM ocorrido no início da noite desta sexta-feira (16), no povoado São Simão, Rosário, o indivíduo Gleison Costa Soares, 30 anos, residente na Rua Nossa Senhora da Conceição, naquela comunidade, ao avistar a viatura empreendeu fuga invadindo uma casa vizinha a dele. 


Foi feito o cerco policial e com autorização da proprietária, fora realizada buscas na moradia e encontrado o dito cujo, ocasião em que no mesmo cômodo onde estava escondido foram achados ainda dezessete papelotes de Crack. 

Outro individuo identificado por José Domingos se encontrava no local e durante a abordagem relatou que era apenas usuário de drogas e que estava ali apenas para comprar a substância para seu consumo. 

Ambos foram conduzidos e apresentados na delegacia para que as providências cabíveis sejam tomadas. 

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Joãozinho Freitas se reuniu com empresários, feirantes e o Secretário da (SEMAPA), para discutir a construção da cobertura da Feira da Vicente Fialho

Vereador de São Luis Joãozinho Freitas ao lado de empresários, amigos e o Secretario da SEMAPA Nonato Chocolate. 
O  vereador de São Luís Joãozinho Freitas, se reuniu novamente  nesta manhã de sexta-feira (16), com os feirantes, empresários da Vicente Fialho e o Secretário de Agricultura e Abastecimento (SEMAPA), o professor Nonato Chocolate para dialogar sobre a construção da cobertura da Feira da Vicente Fialho.

- Joãozinho Feitas novamente reuniu os feirantes e o Secretário Municipal Nonato Chocolate e mais empresários  para debater a construção  provisória da cobertura da Feira da Vicente Fialho, que precisa ser construída com urgência através de mutirão  e também colocar uma  placa de identificação da Feira da Vicente Fialho.

Vereador Joãozinho Freitas realizou nova reunião com os feirantes da Vicente Fialho. 

"Estamos justos com apoio de empresários, amigos e da comunidade da Vicente Fialho,    buscando soluções para construção provisoria em caráter urgente do teto da feira da Vicente Fialho, já que o inverno está chegando e  com isso irá prejudicar os feirantes e os consumidores, estou agradecendo o apoio de amigos, comunidade,  empresários e do secretário Nonato Chocolate", Destacou e agradeceu Joãozinho Freitas.  

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Ex-prefeito de Rosário Ivaldo é condenado por improbidade administrativa

Ivaldo Antônio Cavalcante deixou de prestar contas relativamente a verbas federais destinadas ao município durante sua gestão
A partir de ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão, a Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Rosário (MA) Ivaldo Antônio Cavalcante pela não prestação de contas, no tempo devido, dos Convênios 588816 (contrato de repasse 210.472-45) e 552198 (882/05) celebrados com a União, por intermédio da Caixa Econômica Federal e do Ministério da Saúde, respectivamente, do Convênio 542714 com o Instituto Nacional de Colonização Reforma Agrária (Incra) e dos Convênios 581015 (1830/06) e 562198 (1841/06), com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).
De acordo com o MPF, na qualidade de agente público, cabe ao gestor do município administrar qualquer recurso liberado durante a sua gestão e prestar contas. A omissão causa prejuízo à sociedade, sobretudo pela falta de transparência na utilização dos recursos públicos.
Diante disso, a Justiça Federal determinou, nos termos do artigo 12, III, da Lei 8.429/1992, que Ivaldo Antônio Cavalcante tenha os direitos políticos suspensos por cinco anos e seja proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos. Além disso, o ex-prefeito deve pagar multa civil no valor de R$ 10 mil.

27ºBPM de Rosário recebe novos PMs para o batalhão.

 – O comandante do 27º BPM de Rosário,  recebeu 44 PMs novos, para aumentar o seu policiamento na região do Munim e Lençóis. Onde o mesmo fez a distribuição para as áreas com mais risco e necessidades do reforço policial.

Sendo as cidades beneficiadas com o reforço policial da região como: Axixá, Cachoeira Grande, Presidente Juscelino, Icatu, Humberto de Campos, Santo Amaro, Primeira Cruz e Rosário.  
O Comandante do 27º BPM, Major Pereira deu boas vindas aos novos policiais, dando orientações relevantes ao serviço da policia militar, desejando sucesso na função que cada um irá desempenhar a partir de agora. 

Segundo Pereira, todas as cidades da região serão contempladas com o reforço no policiamento, dando destaque para os municípios com menor efetivo como, Santo Amaro e Cachoeira Grande.

Vereadores de Rosário se calam sobre suposto elefante Branco na BR- 402

A população de Rosário até agora não engoliu a obra meia boca do Portal da Cidade na  BR 402,  de mais de meio milhão de reais, uma obra ...